O Livro É Melhor? - O Círculo

Fiquei curiosa desde o momento em que vi a sinopse desse livro (e depois o trailer do filme), então vim trazer pra vocês minhas opiniões sobre O Círculo, uma história que lida com o vício das redes sociais e para onde isso pode estar caminhando.

O LIVRO:

  • A trama começa com May iniciando seu primeiro dia de trabalho no Círculo e logo no início já dá pra ver a quantidade de trabalho que será exigido, porém você tem a impressão de que o local é uma imensidão sem fim, pela descrição de todas as suas diferentes seções.
  • Aos poucos May vai recebendo mais trabalho para fazer (até chegar em um nível quase sobre-humano) e vai tendo alguns conflitos, que demonstram que nem tudo é perfeito na companhia. Além disso, May vai descobrindo alguns segredos dentro do Círculo e mostra ao leitor um pouco mais do que acontece por traz dos bastidores.
  • Um dos ápices do livro é quando May ganha uma "promoção" (falando de maneira genérica para não dar spoilers), e eu me senti chocada e até um pouco traída pela maneira como tudo aconteceu, como se a protagonista tivesse sido pressionada, mas nem ela entendesse direito o que estava acontecendo.
  • O final do filme me deixou bem chocada, já que eu pensei que as coisas iriam por um lado, mas elas acabam indo por outro. Ainda assim, fez perfeito sentido com a trama e me deixou feliz de ter investido no livro.
  • O livro é bem mais extenso que o filme, e isso fez com que ele ficasse um pouco mais monótono, já que temos muito de May simplesmente sentada na cadeira trabalhando, mas ao mesmo tempo foi possível perceber melhor alguns aspectos.


O FILME

  • O filme começa de maneira bem semelhante ao livro, porém tive a impressão de que a primeira metade do filme foi extremamente apressada, é difícil entender realmente o ar de perfeição que o Círculo traz, e as maneiras sutis como May vai mostrando que não é perfeita. Achei que o filme merecia uns 15 minutinhos extras para se alongar na introdução.
  • Enquanto vemos algumas cenas em que May tem 6 telas de computador em sua estação de trabalho, não dá pra realmente entender que se espera que ela trabalhe em todas praticamente ao mesmo tempo. Enquanto eu entendo que o filme seja mais superficial, acho que realmente só dá pra entender essa primeira parte quem leu o livro.
  • O filme também traz as partes mais importantes do livro, como a "promoção" de May, porém sem o contexto por traz do que acontece, o que elimina boa parte do propósito das coisas, infelizmente.
  • O final do filme segue o mesmo sentido do livro, apesar de não ser igual. É um pouquinho menos assustador, mas fiquei extremamente feliz por terem conseguido manter a essência da trama.
  • Resumindo, o filme não mudou muita coisa do livro, mas como sempre acontece, algumas partes importantes foram cortadas. Além disso, senti que muito da sutileza do livro não conseguiu transparecer no filme, por falta de tempo. Mesmo assim, eu gostei, já que as partes mais importantes da trama continuam ali.

Qual é melhor?
Em resumo, vai depender da sua paciência. Se você quer algo mais rápido e direto, veja o filme. Se você quer realmente ter todos os detalhes da trama, por mais que às vezes ela se torne monótona, leia o livro. E depois veja o filme, para não perder a oportunidade de ver nas telinhas o local incrível que é o Círculo e para não perder a atuação de nomes de grande peso como a Emma Watson.
De qualquer maneira, gostei dos dois, apesar de cada um ter seus defeitos. É, independentemente da versão, uma história que vai te fazer refletir sobre o futuro da tecnologia!