Resenha - A Ordem dos Clarividentes

Título: A Ordem dos Clarividentes
Título Original: The Mime Order
Série: Bone Season
1- Temporada dos Ossos (2016)
2- A Ordem dos Clarividentes (2017)
3- The Song Rising (2017 US)
Autora: Samantha Shannon
Editora: Fantástica
Páginas: 400
Saiba mais: Skoob
Comprar:  Submarino // Amazon // Americanas

Ainda melhor!
Aviso: Essa resenha não contém spoilers dos livros anteriores, exceto na sinopse.

Sinopse: Paige Mahoney escapou da colônia penal Sheol I e é a pessoa mais procurada de Londres. Ela é uma andarilha onírica, um dos tipos mais raros de videntes, que são uma realidade na Inglaterra em 2059, mas nem por isso deixam de ser marginalizados e perseguidos pela sociedade. Com a comunidade clarividente dividida por segredos obscuros e ameaçada pelos Rephaim, Paige deve seguir em frente, até que o destino de Scion, e o seu próprio, seja decidido.

A Trama: Exatamente como no primeiro livro, você pode levar um tempinho para pegar o ritmo da trama, já que é bastante informação. A Ordem dos Clarividentes inicia logo após o final de Temporada dos Ossos, inclusive recomendo que você não deixe passar muito tempo entre a leitura dos dois, para não esquecer detalhes importantes.
Esse livro focou menos em romances e até amizades para poder demonstrar melhor o que acontecia no mundo de Paige e todas as traições ocultas. Adorei o aspecto político do livro, a autora realmente se esforçou para criar uma trama complexa e interessante que consegue deixar o leitor envolvido do início ao fim. Deu para notar que há inúmeras subtramas e é fascinante a maneira como elas lentamente se revelam.
O livro ainda conta com algumas batalhas, romances, amizades e traições, seguindo o ritmo do livro anterior, porém com avanços ainda maiores na trama principal.

A Protagonista: Paige amadurece mais e mais a cada página, sem dúvida. Eu adoro a maneira como ela segue os padrões de "protagonista durona que sempre tenta cuidar dos problemas do mundo", porém ao mesmo tempo ela às vezes comete uns erros bem humanos e se deixa levar por seus desejos e medos.
O único problema, pra mim, é que é uma protagonista bem previsível.

Os Personagens Secundários: Não vou comentar especificamente sobre os personagens, porque seria dar spoilers. Porém há uma mudança grande de cenário nesse livro e, consequentemente, alguns dos personagens anteriores praticamente não apareceram, enquanto outros tiveram muito mais espaço. Eu gostei da mudança, deixou o livro com um ar mais alegre, e alguns dos personagens são extremamente carismáticos, até mesmo os "vilões".

Capa, Diagramação e Escrita: No livro anterior, eu comentei que achei a capa muito bonita, porém não entendi ela muito bem. Para A Ordem dos Clarividentes, achei a capa linda, ela combina perfeitamente com a trama e ainda combina com a capa anterior.
A edição do livro continua linda, sem falar que está repleta de detalhes especiais, apesar de eu ter achado a fonte muito pequena.
A escrita da Samantha é ótima, porém senti que esse livro não é do tipo que você consegue ler em um dia ou dois, às vezes eu precisava de tempo pra digerir a trama. Ainda assim, a qualidade da escrita é impecável.

Concluindo: O livro conseguiu manter a qualidade do primeiro, porém investindo ainda mais na trama. Eu estou muito ansiosa pela continuação da história e sei que essa série não é muito barata, porém a qualidade absolutamente vale a pena.