Resenha - Dumplin'

Título: Dumplin'
Título Original: Dumplin'
Livro Único
Autora: Julie Murphy
Editora: Valentina
Páginas: 336
Ano: 2017
Saiba mais: Skoob
Comprar: Extra // Amazon // Submarino

Absolutamente hilário e honesto.


Sinopse: . Gorda assumida, Willowdean Dickson (apelidada de Dumplin’ pela mãe, uma ex-miss) convive bem com o próprio corpo. Na companhia da melhor amiga, Ellen, uma beldade tipicamente americana, as coisas sempre deram certo... até Will arrumar um emprego numa lanchonete de fast-food. Lá, ela conhece Bo, o Garoto da Escola Particular... e ele é tudo de bom. Will não fica surpresa quando se sente atraída por Bo. Mas leva um tremendo susto quando descobre que a atração é recíproca. Ao contrário do que se imaginava – a relação com Bo aumentaria ainda mais a sua autoestima –, Will começa a duvidar de si mesma e temer a reação dos colegas da escola. É então que decide recuperar a autoconfiança fazendo a coisa mais surreal que consegue imaginar: inscreve-se no Concurso Miss Jovem Flor do Texas – junto com três amigas totalmente fora do padrão –, para mostrar ao mundo que merece pisar naquele palco tanto quanto qualquer magricela.

A TramaDumplin' traz um certo ar fresco ao mundo dos livros contemporâneos. Will, a protagonista, é totalmente original, divertida, e principalmente muito honesta. A trama parece simples no início, uma garota comum, com um trabalho comum, que tem um momento de insanidade e se inscreve em um concurso de beleza. Entretanto, Dumplin é muito mais do que parece, conseguindo trazer à tona inúmeros problemas comuns de autoestima sobre os quais ninguém realmente conversa, mas que todo mundo tem.
Ainda, apesar de eu ter me divertido muito lendo e ter gostado do final, devia avisar que alguns pontos no livro me irritaram um pouquinho, como as interações entre Will e as "novas amigas" dela, além de toda a obsessão com Dolly Parton, que eu não entendia ou achava interessante.



A Protagonista: Will definitivamente não está dentro dos padrões de beleza. Infelizmente, ela mora em uma cidade onde o concurso de beleza anual é o evento do ano, e as garotas ficam loucas para participar. Ainda, sua mãe é uma ex-ganhadora, fazendo com que a vida da garota gire em torno desse concurso.
Felizmente, Will tem uma boa autoestima e consegue lidar muito bem com as situações, encontrando em si mesma a confiança necessária para se aceitar.
A única coisa um pouquinho frustrante em Will era sua vida amorosa, às vezes dava vontade de chacoalhar a personagem, mas ao mesmo tempo eu estava roendo as unhas de ansiedade.

Os Personagens Secundários: Apesar de a trama definitivamente focar na protagonista, alguns outros personagens chamaram minha atenção, como o fofo e misterioso Bo, a mãe de Will e até um pequeno grupinho de amigas que ela faz quando decide se inscrever no concurso de beleza. Eu achei que os personagens tiveram  o espaço necessário para se desenvolverem e mostrarem algum avanço ao longo da trama, porém sem desviar demais da história principal.

Capa, Diagramação e Escrita: Eu absolutamente amei essa capa! O vestido vermelho é icônico dentro da trama, e acho que realmente traz um pouquinho do que a autora quis transmitir através dos personagens, com toda a fútil "perseguição pela coroa".
A diagramação desse livro está a coisa mais linda! Com vários tipos de fonte para representar os bilhetinhos, mensagens de texto e etc. dentro do livro, além de uma imagem e fonte especiais no início de cada capítulo. Outra coisa que eu adorei é que os capítulos são curtinhos, então você pode sempre ler mais um, sem se cansar.
Ainda não me decidi sobre a escrita da Julie, para ser honesta. Em certos pontos do livro eu amei, acredito que ela consegue transmitir super bem tanto as cenas engraçadas quanto aquelas sérias que deveriam fazer o leitor refletir. Entretanto, de vez em quando o livro ficava um pouquinho monótono, então há muito a evoluir.

Concluindo:
 O livro superou minhas expectativas, por conseguir, ao mesmo tempo, me fazer rir alto e me fazer refletir sobre problemas comuns de autoestima e como as pessoas são obcecadas com aparência (especialmente os adolescentes).
Eu diria que é uma leitura que vale a pena, especialmente para dar de presente a alguém que esteja ali na faixa dos 15 aos 20 anos e vai se identificar completamente com a trama.