Resenha - Maria Antonieta e o Gnomo

Título: Maria Antonieta e o Gnomo
Livro Único.
Autora: Índigo e Mika Takahashi
Editora: Vergara & Riba
Páginas: 80
Ano: 2017
Saiba mais: Skoob
Comprar: Extra // Americanas

Sublime


Sinopse: Maria Antonieta se perde dos pais em uma estação de trem. Mesmo com medo, ela escolhe desbravar o desconhecido. É quando surgem gnomos falantes, palácios secretos, florestas com árvores poderosas... Daí, outra mágica aflora, quase imperceptível a olho nu- a descoberta de um novo mundo dentro de si.

A Trama: Maria é uma garotinha brasileira que está viajando com os pais pela Europa. Enquanto esperava o trem para Roma, ela acaba se perdendo, e para passar o tempo resolve brincar com seu boneco - um gnomo. Inesperadamente este ganha vida e sai correndo da estação, Maria desesperada corre atrás dele e acaba por se perder.
Os Personagens: Maria é complicada, ligeiramente arrogante e um tanto mimada, amadurece muito em sua pequena aventura. Gê em contrapartida é ranzinza e teimoso. Já charlotte é adorável e sábia. Todos as personagens são simples e superficiais, e se percebe o objetivo da autora em dar uma "moral" ao livro infantil.
Capa, Arte e Finalização: As cores da capa e o próprio desenho sugerem uma história mais sombria - embora nada disso seja encontrado na trama, acho inclusive que ela não faz jus a arte do livro, tão delicada e singular - a coloração no papel poroso lembra aquarela. O aspecto geral das ilustrações não é tão detalhado, mas imagino que essa era a intenção de Mika, o que traz leveza ao livro.


Concluindo: A trama em si não conseguiu me cativar, mas gostei muito do estilo da autora e amei as ilustrações. Mesmo assim considero um ótimo livro infantil, e por ser curto também seria uma ótima história para dormir - eu amava dormir com meus pais lendo pra mim.