O Livro é Melhor? A Garota Dinamarquesa

Faz um tempinho que li esse livro e assisti ao filme, mas ainda está valendo!!


O LIVRO:

  • Einar e Greta são casados há 10 anos (se não me engano) e vivem na Dinamarca, os dois são artistas e enquanto Einar é muito famoso por suas paisagens pantanosas, Greta que é americana se esforça para conseguir se destacar sem muito sucesso.
  • No inicio da trama , Greta está fazendo o auto-retrato de uma amiga, cantora de ópera - só que na finalização do retrato a modelo não pode comparecer, por isso Greta pede a Einar que vista uma meia calça e pose com um vestido para que ela possa terminar o quadro. Depois de muita recusa, ele aceita e é quando Ullna\Anna\Oona chega se desculpando pelo atraso e os vê - alegando que Einar ficava muito bonito assim e essa sua "versão" deveria se chamar Lili.
  • Depois de mostrar sinais de afinidade á coisas femininas, e já sendo muito quieto e tímido, Einar começa a mudar ainda mais seu comportamento  - o ponto exato de "libertação" se deu quando convidados para um evento , Einar se recusa a ir pois sofrerá muito assédio de seus convidados. Neste momento Greta sugere que ele vá como Lili.
  • O casal se diverte na festa com a ignorância dos convidados e Lili se mostra extremamente feminina e a vontade e é inclusive cortejada por um rapaz. A partir daí, durante a rotina do casal Greta nota em algumas situações que suas meias, camisolas e outras peças de roupas as vezes somem, e muitas vezes nota que seu Marido as está usando. Mais tarde se depara com Lili, em seu estado completo e cada vez com mais frequência.
  •  No geral Greta se mostrou muito companheira, claro que ela ficou triste por de certa forma perder o marido, mesmo ganhando uma amiga, quase uma irmã como Lili. Há muita dualidade em Greta, mas durante a leitura a impressão que tive foi de que o sentimento de felicidade de Einar era mais importante para ela do que seu amor e relacionamento com ele.


O FILME

  • A retratação dos personagens foi incrível, fiel á trama de uma forma adorável, o início do filme claro, comparado ao livro foi muito curto.
 


  • Temos uma pequena dinâmica em relação á vida do casal e já passamos para a "criação de Lili. Preciso dizer que apesar  de Alicia Vikander ter ganhado o Oscar, acho que Eddie Redmayne devia levar todas as glórias, pois suas personificação de Einar e Lili são perfeitos, muito me admirei em como ele conseguiu encarnar toda a feminilidade de Lili e o quão bonito ficou! 



  • O filme aborda a transformação de Lili de forma muito abrupta, quase nada das semanas em que Greta via seu marido aos poucos se tornando mais e mais uma mulher é mostrado, assim como o interesse artístico de Greta em Lili.




  • Embora tenha cortado algumas coisas, o filme foi fial ao livro sem mudar acontecimentos importantes, ou sumir com muitos personagens, porém o entendimento do relacionamento de Lili e Greta e o passado dessa última são prejudicados pela rapidez que a história é abordada. 



  • Senti na Greta do filme uma raiva reprimida que não consegui enxergar na Greta da literatura, talvez por que pelo senso comum qualquer mulher apaixonada iria ficar muito revoltada que de repente seu marido desaparecesse. E de novo toda a grande elaboração da personagem se perde em algo mais superficial.

Qual é melhor?
Embora a ambientação do filme seja divina (tanto em cenário, figurino, elenco e etc), a trama e a dramaticidade se perdem muito, e são parte muito importante do livro, por que ele é justamente sobre a luta que as duas enfrentaram juntas e separadas e como isso as afetou. Obviamente o livro é muito melhor, mas para quem gostou da leitura o filme é uma ótima adaptação artística, como uma quadro - o que combina muito bem com essa trama não??
Para quem têm interesse em ler a resenha, acesse aqui!