Tag - Doenças Literárias


Diabetes: Um livro muito doce. 
A primeira coisa que me veio a cabeça foi o Mangá Orange, não só o primeiro volume, mas a história como um todo. Como sei que não é todo mundo que é fã de mangá, vou citar também um livro que me foi tanto doce como amargo - Proibido. 
Catapora: Um livro que você leu uma vez para nunca mais na vida. O Diário de Bridget Jones foi uma decepção enorme, eu amo os filmes e espera me identificar da mesma forma com a leitura, que foi extremamente arrastada e desinteressante.
  






Influenza A: Um livro contagioso.
Mar de Tranquilidade é aquele livro do qual não se espera muito e acaba sendo uma surpresa deliciosa, a May leu e não sossegou até que todas do Blog tivéssemos lido e aprovado tanto quanto ela.


Insônia: Um livro que você virou a noite lendo.
Hum, a trilogia dos Jogos Vorazes me consumiu de uma forma, que assim que eu peguei pra ler, eu só parei pra comer e ir ao banheiro - acabei os três livros em dois dias e meio.







Amnésia: Um livro que você leu e não se lembra.
Doctor Who: A Mortalha da Lamentação. Eu me lembro de não gostar desse livro - apesar de amar Doctor Who, mas não me recordo de nada sobre a história, imagino que o cérebro delete as lembranças ruins, haha.







Asma: Um livro que te tirou o fôlego.
Garota Exemplar! Com certeza, Gillian Flyn causa esse efeito nas pessoas.

 







Má Nutrição: Um livro que você esqueceu-se de comer para ler.
Apesar da trama não ser criativa, nem muito bem produzida, A Seleção e suas continuações (da primeira trilogia) foram muito viciantes, não deixei de dormir pra ler - mas durante o dia com certeza deixei de comer!







JetLag: Um livro que te lembre/ você relacione com uma viagem.
O primeiro que me vem a cabeça, é o da minha última viagem - que foi minha maravilhosa Lua-de-Mel! O Adulto de Gillian Flyn é um conto bem curtinho, acho que li em uma hora dentro do avião.




P.S.: Pra quem se interessou pela primeira imagem do post, ela é uma ilustração de um livro chamado The Sick Rose