Especial - Setembro Amarelo


Olá leitores mais lindos que poderíamos ter!
Nos últimos meses não estivemos muito presentes, mas agora o Fome de Livros está voltando - com muitas novidades e um Setembro mais do que especial.
Provavelmente todos muitos de vocês já ouviram falar de agosto vermelho (doação de sangue), outubro rosa (câncer de mama), novembro azul (câncer de próstata)... Porém, talvez poucos de vocês conheçam a campanha do setembro amarelo - dedicada à saúde mental, à prevenção ao suicídio e valorização da vida.
O setembro amarelo foi criado pelo CVV - Centro de Valorização da Vida, para conscientizar a população sobre essa realidade que não é divulgada pelas mídias. Foi idealizado para mostrar que, segundo a OMS, mais de 90% dos casos envolviam transtornos mentais que poderiam ter sido tratados. Foi planejado para esclarecer que o suicídio é um problema de saúde pública, e que, segundo pesquisas, a cada 40 segundos alguém no mundo interrompe a própria vida. A cada 45 minutos 1 brasileiro morre vítima de suicídio. 32 pessoas por dia, apenas no Brasil - de todos os gêneros, todas as raças, todas as idades, todas as classes sociais. Sendo que pelo menos o triplo desses números tentam tirar a própria vida, e muitos mais enxergam o suicídio como uma opção. A cada ano, 7% da população mundial enfrenta o luto por um ente querido que não viu outra saída.
No entanto, apesar dos números assustadores, esse assunto ainda é um tabu. Ainda é evitado. Ainda existem pessoas que preferem negar a realidade.
E, infelizmente, esse preconceito acaba apenas aumentando o número de casos. Por não ser um assunto tratado abertamente, muitas pessoas sequer sabem que podem procurar ajuda. Ou, se sabem, sentem vergonha - porque não imaginam que essa é uma situação tão comum.
Por causa da falta de informação, os amigos e familiares também ficam de mãos atadas. E não conseguem identificar os sinais. Não sabem como oferecer ajuda. Não conhecem a abordagem mais adequada.
Doenças mentais existem, e são tratáveis com acompanhamento psiquiátrico e psicológico. 
No mundo todo, o suicídio mata mais do que as guerras. E é com o propósito de romper com esses paradigmas e diminuir esses números que o CVV iniciou, em 2015, o movimento Setembro Amarelo
E é com a intenção de falar sobre esse assunto abertamente que, durante todo o mês, iremos indicar livros, séries e filmes que tratam sobre saúde mental com bastante tato e uma boa dose de realidade.
Queremos ajudar aqueles que estão passando por essa situação. Aqueles que podem estar convivendo com essa pessoa sem perceber os sinais. E, também, aqueles que vivem o luto dessa perda.
Falar sempre é a melhor opção e, se conseguirmos fazer a diferença para pelo menos uma pessoa, nosso objetivo será atingido.

Dados: CVV
Imagens: Nerd da Hora