Quinta das Capas #100

Verde e Amarelo

Não acredito que chegamos no Quinta das Capas nº100! E bem para comemorar o dia da Independência do Brasil (que na verdade é amanhã, mas a coluna é de hoje, não é mesmo?!). Apesar da fase conturbada que estamos vivendo no momento no país, vamos comemorar um pouquinho essa data encontrando as cores da nossa bandeira em alguns livros.

Quando comecei a pensar nesse tema, a capa de O Enigma do Príncipe foi a primeira que me veio a mente. Eu gosto bastante das capas de Harry Potter, então, como todas as outras, essa consegue transmitir bem, na minha opinião, a história do livro. Há muitas controvérsias sobre as capas dos livros da Cassandra Clare, mas pelo menos a de Cidade dos Ossos serviu para aparecer nessa lista! Eu sou do time que não acha nada de mais nem de menos dessas capas, mas admito que deve ser desconfortável ler esse livro com essa capa em público. Sangue de Tinta trás mais a presença do verde, mas os detalhes em amarelo também a tornam perfeita para essa lista (sem contar que eu amo as capas dessa trilogia!). Sr. Daniels trás o verde e o amarelo em tons mais claros, mais puxados pro pastel, mas para mim também combinou bem com o tema de hoje. 

Adoro a composição de A Mariposa no Espelho, e ela combina bem com a estética da série e das outras capas. Insurgente também trás os tons um pouco mais claros, desbotados e, apesar da trilogia começar a decair a partir desse livro, ainda gosto bastante de todas as capas. Só quando bati os olhos na capa de O Ladrão de Raios que me lembrei que ela também é verde e amarela! Quase deixei uma das minhas séries favoritas da adolescência de fora, mas fiquei feliz de tê-la visto, porque ela se encaixa perfeitamente nessa lista (quer mais verde e amarelo que isso?). Voltando mais um pouco para Harry Potter, a capa antiga de Quadribol Através dos Séculos e mais verde, mas os tons de amarelo fazem a diferença. É uma capa simples, prefiro as mais recentes dessa coleção.

Não li nenhum desses livros, então não posso dizer se as capas combinam com as histórias ou não, mas o que está valendo hoje mesmo é o quão verde e amarelo elas são. Uma Luz Súbita também trás os tons mais opacos, e a coloquei aqui na lista por também ter o azul, que às vezes é deixado de lado no meio de tanta coisa verde e amarela representando o Brasil. Nada como um livro nacional trazendo nossas cores, por isso fiquei feliz em lembrar que O Espadachim de Carvão tem uma capa bem brasileira (no quesito cores). Achei Contos de Suspense na minha lista de livros que quero ler no Skoob (provavelmente o adicionei anos atrás) e fiquei apaixonada pela capa, como devo ter ficado na primeira vez que vi, além de ter despertado a curiosidade em lê-lo. Por último, o que me chamou a atenção em Replay foi o reflexo verde no vidro ter combinado perfeitamente com a cor do táxi para aparecer aqui! É uma capa um pouco genérica, mas a paleta de cores trás uma combinação bem brasuca!

Gostei bastante de procurar por essa capas e descobrir que existem várias verde e amarelo por aí! Qual sua capa favorita de hoje? E quais outras capas verde e amarelo você conhece? Espero que tenham gostado.

Até a próxima!