Resenha - Ele


Título: Ele - quando Ryan conheceu James
Título Original: Him
Série: Him
1- Ele (2018)
2- Us (2016 US)
Autoras: Elle Kennedy e Sarina Bowen
Editora: Paralela
Páginas: 248
Ano: 2018
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Americanas // Submarino

Alguém disse ressaca literária? Então podem agradecer, pois eu trouxe a cura! 

Sinopse: James Canning nunca descobriu como perdeu seu melhor e mais próximo amigo.
Quatro anos atrás, seu tatuado, destemido e impulsivo companheiro desde a infância simplesmente cortou contato.
O maior arrependimento de Ryan Wesley é ter convencido seu amigo extremamente hétero a participar de uma aposta que testou os limites da amizade deles.
Agora, prestes a se enfrentarem nos times de hóquei da faculdade, ele finalmente terá a oportunidade de se desculpar. Mas, só de olhar para o seu antigo crush, Wes percebe que ainda não conseguiu superar sua paixão adolescente.
Jamie esperou bastante tempo pelas respostas sobre o que aconteceu com seu relacionamento com Wes, mas, ao se reencontrarem, surgem ainda mais dúvidas.
Uma noite de sexo pode estragar uma amizade? Essa e outras questões sobre si mesmos vão ter que ser respondidas quando Wesley e Jamie se veem como treinadores no mesmo acampamento de hóquei.

A Trama: Antes de mais nada eu preciso dizer que venho de uma ressaca literária terrível que já dura mais de cinco meses. Não que eu não tenha lido nada nesse meio tempo, eu li - muito pouco. Mas nenhum livro me prendeu o suficiente, nenhum livro fluiu como eu gostaria, nenhuma leitura conseguiu me fazer realmente viajar... E vou ser totalmente honesta com vocês, acho que faz mais de um ano que não consigo acabar uma um livro em menos de uma semana. 
Dito isso, vem a editora Paralela com um romance homossexual e erótico - sendo uma das autoras "velha conhecida" minha, que apesar de escrever clichês bem clichês, tem o dom de me transportar à sua realidade paralela. 
Pois bem, depois de alguns meses parado na minha estante, resolvo pegar esse livro para ver se finalmente alguma coisa me tira da ressaca. Três dias depois, cá estou eu, com um sorriso bobo no rosto, os olhos brilhando e completamente apaixonada por dois (sim, dois) jogadores de hóquei - que além de não existirem, jamais iriam querer saber de mim, porque não faço o tipo deles. 
Tudo isso para dizer que: eu encontrei as curas para a ressaca literária, e elas são Elle Kennedy e Sarina Bowen. 
  

Os Personagens: Como eu faço para explicar, sem parecer louca, o quanto torci pela felicidade de Wes e Jamie - mas, ao mesmo tempo, o quanto queria os dois para mim (hahaha)? Acho que não tem como, né?
Gente, fazia muito tempo que eu não me apaixonava perdidamente pelo protagonista de um livro - imaginem por dois! E quando isso acontece, escolho justamente aqueles que obviamente jamais iriam querer algo comigo. Mas tudo bem, eu perdoo, porque o romance entre os dois me ganhou de uma forma que eu realmente não esperava.
A relação dos dois é linda, a forma como a amizade vai se transformando e como eles vão descobrindo o amor é... Sério. Me faltam palavras. 
Além do shipper do momento, preciso fazer uma menção honrosa a Holly - porque apesar de a primeira impressão que ela passa, a garota é extraordinária e ganhou o meu respeito. 

Capa, Diagramação e EscritaEu estou toda suspiros com esse livro, e não seria diferente com essa capa toda romântica. Preciso dizer que a Editora Paralela tem arrasado nas capas se seus livros - a maioria tem ficado muito melhor do que as originais. 
A história é narrada alternadamente por Wes e Jamie - e os dois tem vozes bem particulares. A escrita das autoras é assustadoramente envolvente - eu parava de ler unicamente porque ou eu dormia, ou não trabalharia no dia seguinte. E, no dia seguinte, contava as horas para poder voltar à leitura. 
E é muito difícil explicar isso porque assim, eu sei que esse livro tem defeitos e não são poucos, mas é como já disse aqui no Fome diversas vezes, só lendo para entender

Concluindo: Não vou mentir para vocês e dizer que esse é um livro perfeito, não é. Eu reconheço os defeitos dele. Concordo que os personagens poderiam ter sido muito mais desenvolvidos. Que algumas coisas aconteceram rápido demais, o que fez com que a trama perdesse um pouco de sua credibilidade. Admito que provavelmente as cenas eróticas foram jogadas no meio da história para fazer com que a obra vendesse mais. Que em diversos momentos faltou profundidade à história. Reconheço tudo isso.
Mas, também, preciso admitir que esse livro deixou um sorriso bobo no meu rosto, como há muito tempo livro nenhum deixava. Que ele me envolveu perdidamente, e aqueceu meu coração. E que, por mais que eu não saiba explicar muito bem o por quê, ele me cativou perdidamente. E, no fundo, é isso o que importa. 
As pessoas andam preocupadas demais com a profundidade das coisas e estão deixando de lado a parte divertida. E ela também é importante! Se permitir viajar e esquecer da realidade por alguns momentos, às vezes, é necessário.  A trama do livro pode não mudar a vida de vocês, mas ela é viciante e esse é o ponto, não precisa de mais explicações
Enfim, se ainda não ficou claro, sim, eu indico muito essa leitura! E pelo amor de deus eu preciso da continuação urgentemente!