Resenha - A Louca dos Gatos

Título: A Louca dos Gatos
Título Original: Herding Cats
Autor: Sarah Andersen
Editora: Seguinte
Páginas: 112
Ano: 2018
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Saraiva 

Sinopse: 
A terceira coletânea da cartunista Sarah Andersen traz novas tiras que retratam os desafios de ser um jovem adulto num mundo cada vez mais instável. Os quadrinhos de Sarah Andersen são para todos que precisam lidar com níveis de ansiedade cada vez mais alarmantes, que sentem que o mundo está à beira do colapso e que se esforçam para sair ao menos um centimetrozinho da zona de conforto. Ou seja, é basicamente um manual de sobrevivência para os dias de hoje. Além de suas tirinhas sagazes e encantadoras, a autora, que já reuniu mais de 2 milhões de fãs no Facebook, traz também ensaios ilustrados com dicas para os artistas aspirantes aprenderem a lidar com críticas, ignorarem os trolls na internet e não desistirem de mostrar seu trabalho.

A TramaPor ser uma coletânea de tirinhas, o livro não tem uma trama em si que guie uma narrativa. Por outro lado, todas as tirinhas são relacionadas à vida moderna que muitos dos jovens adultos enfrentam no dia-a-dia e, por isso, faz com que muita gente se identifique com o trabalho dela - se você tiver gatos em casa, então esse é o livro perfeito para você. Temas como ansiedade, tecnologia, e auto imagem são sempre trabalhados com muita comédia nas tirinhas, o que sempre rendem uma boa risada com o humor inteligente da autora.

Os Personagens: A personagem principal, que representa o público alvo da autora, é simplesmente maravilhosa. Ela faz um ótimo papel de ilustrar as ansiedades e atitudes de grande parte dos millenials em relação ao processo de se tornar adulto. Nesse livro, em especial, algumas tirinhas sobre gatos em si também ganharam destaque, mesmo se você, como eu, não tiver um em casa. Tenho que dizer que, apesar de aparecer pouco nesse livro, eu amo o personagem do útero dela. Acho que sempre que ele aparece, são situações ótimas em que toda e qualquer mulher pode se identificar e sempre acho que elas são as tirinhas mais engraçadas.

Capa, Diagramação e Escrita: Vou ter que dizer que gosto muito das edições das tirinhas da Sarah Andersen publicadas pela Seguinte. Todas são em capa dura, em um formato um pouco menor e cada tirinha ocupa uma página inteira muito bem. Gosto desse formato pois acho que dá para ver bem os detalhes dos desenhos em si e não fica muito pequeno para ler também. Eu já seguia a autora há anos nas redes sociais, então já conhecia a escrita e o humor dela e fiquei muito feliz de ter mais uma coletânea das tirinhas da autora e casa para poder reler sempre que quiser!


Concluindo: Ainda não conheci uma pessoa que não goste ou não tenha se identificado com a Sarah Andersen nessa vida. Como esse é o terceiro livro dela publicado pela Seguinte, não tem nada de muito inovador no formato ou nas histórias. Mas, mesmo assim, é um livro que eu gostei muito de ler e que sempre me deixa de bom humor no final.