Quinta das Capas #107

Pixels

O Quinta de hoje trás pra vocês um tema bem nerd: pixels! Todas as capas que encontrei são de histórias com temáticas nerd, então dá pra perceber um padrão para esse estilo. Bora lá ver as capas de hoje!

   
Sempre achei que Geek Love tem uma capa fofa. Eu gosto bastante da escolha de cores e a ilustração parecendo de jogos antigos só realça a nostalgia que essa capa trás. A Improvável Teoria de Ana & Zak é uma mistura de pixels (nos bonequinhos) com equações matemáticas, que com certeza devem traduzir bem a temática da história; porém acho uma capa "tediosa", as cores, principalmente do fundo, não me agradaram tanto. Tudo Que Um Geek Deve Saber é daquelas capas que o design só jogou os elementos por ali e ficou por isso mesmo; o tom de verde não me agrada, nem o restante da edição, ficou uma capa bem preguiçosa. Jogador Nº1 é simples, de certa forma, mas bem bonita, principalmente pelo efeito de luminosidade.

   
Guy In Real Life é outra capa mais simples e, apesar da ilustração não ser exatamente bonita, ela combina com a temática e a proposta (acredito eu, já que não li o livro). Geektastic trás vários personagens, e isso me deixou curiosa para saber um pouco mais sobre o livro, que é uma antologia de contos. Game Over, Pete Watson é sofrível. Dá pra fazer capas bonitas com pixels, e a pessoa que montou essa definitivamente não tava nem um pouco afim de fazer uma coisa bonita. This Is How You Lose Her também não é lá essas coisas, e o desenho do coração é um pouco esquisito; sem contar que a fonte não ajuda em nada também.

   
ttyl é uma capa estranha. Eu gosto do tom de rosa no fundo, mas o restante não parece certo, principalmente esses emojis esquisitos. Off To Be The Wizard me trás o mesmo sentimento que Game Over, Pete Watson ali em cima, apesar de parecer que houve uma tentativa de fazer alguma coisa legal - que não funcionou. Gostei de Ganked, tomaram um rumo mais simples e conseguiram não estragar a capa completamente; a escolha de cores também nos dá a sensação do gênero, que é um tipo de thriller, suspense, etc. Kiss Date Love Hate não é horrível, e eu até gosto da escolha de cores. Não tá nas minhas favoritas, mas é passável. 

   
Click Here parece, realmente, aqueles banners de propaganda de jogo que vemos em sites. Pelo título, acredito que essa tenha sido a intenção, então o design da capa está de parabéns por ter consigo deixá-la tão cafona quanto esses banners. Gamification (...) é de um livro mais técnico, e os símbolos dos jogos provavelmente traduz bem o que o livro quer passar - só não precisavam ter estragado tudo com aquele bonequinho mexendo no computador ali no canto. The Game Believes In You também é não-ficção, se não me engano, e, apesar de eu entender a ideia, achei uma bagunça a execução. Pra finalizar, Girl Code tem uma boa montagem, porém achei as meninas ali embaixo um pouco esquisitas.

Essas foram as capas de hoje! Minha favorita com certeza é a de Geek Love, e a pior é a de Game Over, Pete Watson - na minha opinião. Comentem aqui a favorita de vocês, e também a que acharam pior. Além disso, também deixem nos comentários quais outras capas em pixels vocês conhecem que não incluí aqui no post. 

Até a próxima!