Resenha - Uma Sombra Ardente e Brilhante

Título: Uma Sombra Ardente e Brilhante
Título Original: A Shadow Bright and Burning
Série: Uma Sombra Ardente e Brilhante
1. Uma Sombra Ardente e Brilhante
Autor: Jessica Cluess
Editora: Galera Record
Páginas: 336
Ano: 2017
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Saraiva 

Sinopse: 
Henrietta Howel tem o poder de explodir em chamas. Quando é obrigada a expor suas habilidades ela tem certeza de que será executada. Apenas os feiticeiros podem usar magia, e nenhum deles é mulher. Ela se surpreende quando não só é poupada da guilhotina, mas também nomeada a primeira feiticeira em séculos. Ela é a garota profetizada, aquela que derrotará os Ancestrais – seres sanguinários que aterrorizam a humanidade. Henrietta então passa a treinar dia e noite com um grupo de feiticeiros ansiosos para testar as habilidades – e o coração – da garota da profecia. Mas será que Henrietta é mesmo a garota da profecia?

A TramaEm um mundo repleto de deuses punindo os humanos, Henrietta se encontra no meio de duas batalhas: uma para salvar a Inglaterra contra seres mitológicos e outra entre feiticeiros e magos. Acreditando que Henrietta seja a garota da profecia, um grupo de feiticeiros acolhe a menina e a treinam para controlar seus poderes e ser a salvação que todos esperavam. Em dúvida se é mesmo a salvadora do mundo, Henrietta vai enfrentar seus maiores medos e evoluir para ser uma das mulheres mais fortes que conhece.

Os Personagens: Acho que já virou um clichê eu não gostar tanto assim da personagem principal, mas vou ter que repetir isso: Henrietta tem tudo para ser uma personagem muito interessante mas, em alguns momentos, acaba sendo um pouco mimada. Dito isso, sei que a autora tentou criar um triângulo amoroso, mas eu me apaixonei tanto por todos os personagens e já quero que todos fiquem juntos para sempre! A questão do triângulo acaba ficando um pouco batida, mas a relação entre todos os personagens cria uma dinâmica muito interessante e ela trabalha muito bem personalidades distintas e interessantes para cada um deles.

Capa, Diagramação e EscritaA escrita da autora é simples, porém envolvente. Gostei muito de ela ter misturado mitologias e contos que já conhecemos para explicar toda a magia que é produzida dentro do livro. Todos os deuses criados por ela fazem com que o livro se torne muito rápido e interessante de ler. Em relação à capa, tenho que dizer que gosto mais da versão americana e acho que ela também combina um pouco mais com a narrativa do que a versão nacional.

Concluindo: É um livro de fantasia que serve muito bem o propósito de deixar o leitor curioso para os próximos volumes. Apensar de um pouco simples no sentido de desenvolvimento de narrativa, a mitologia que a autora criou para esse mundo me envolveu completamente e me deixou morrendo de curiosidade para o próximo livro!