Quinta das Capas #112

E então eram três...

Oi, gente! Nosso tema de hoje é outro muito recorrente em capas: três pessoas. Seja um trio de amigos, um triângulo amoroso, ou até mesmo membros de uma família, as capas de hoje podem dizer muito (ou não) sobre suas histórias. Vamos conferir!

   
Começando por essa edição de Harry Potter e as Relíquias da Morte, em que vemos Harry, Rony e Hermione montados no dragão, representando um momento específico da história; normalmente eu me esqueço de olhar edições diferentes de um livro quando estou escolhendo as capas para o post, mas fiquei feliz de ter me lembrado dessa, que é muito bonita, e o tom de laranja remete às cores da capa original. O Herói Perdido é o primeiro volume da segunda série do universo de Percy Jackson, e já na capa conhecemos Jason, Piper e Leo, os três personagens que mais vamos acompanhar ao longo da série; é uma capa que eu também gosto bastante e também representa um momento específico da história. A Terra das Sombras é uma edição mais antiga do primeiro volume da A Mediadora, e admito que não gosto tanto dessas capas, pra uma série YA, os desenhos são um pouco infantilizados, na minha opinião. Adorei muito a ilustração de Antes de Tudo Acabar! Não sei muito bem do que se trata a história, mas as cores combinaram muito bem e fiquei curiosa para saber qual é a de cada um desses personagens.


   
Fome é o segundo volume da série Gone, e apesar de não revelar tanto sobre a história, trás uma curiosidade ao leitor, tipo: "o que é aquele negócio esquisito parecendo um tentáculo na mão do personagem à esquerda?"; cada volume tem uma cor predominante diferente, e o verde que escolheram pra essa ficou muito bom. A série Exclusivo tem todas as capas com três pessoas, então tive que escolher uma; O Círculo é o quinto volume, e admito que escolhi aleatoriamente, porque todas as capas trazem essa sensação escolar e de intrigas. O Verão Que Mudou Minha Vida está bem dentro do tema verão, com essa capa bem ensolarada e focando nos tons claros; prefiro as capas que lançaram recentemente pra essa trilogia, porque não sou muito fã de aparecer rosto na capa. Tipo Destino já deixa bem claro se tratar de um triângulo amoroso com uma traição; num geral, a montagem da capa ficou bem bonita e já dá uma certa raivinha desses dois se dando as mãos por trás do sofá.

   
O Desapego Rebelde do Coração é de uma autora que eu gosto bastante, mas ainda não li esse; num geral, eu não acho a capa horrível - mas, de novo, os rostos dos rapazes lá atrás me incomodam um pouco -, o que sempre me incomoda nas capas dessa série é a textura utilizada, acho ela um pouco exagerada e até inútil na capa. Olho Por Olho trás um feeling mais genérico, mas também já dá pra imaginar que muitas intrigas acontecerão nesse livro; num geral, eu gosto da montagem e da edição da capa. Traições é mais uma capa bem comum para livros do tipo; acho que, para mim, a capa funcionaria melhor sem aqueles dois rapazes no fundo, deixando só a protagonista e os efeitos. Team Human não tem nada que realmente me agrada além da possibilidade de um triângulo amoroso bissexual - se aquele menino no fundo não for um zumbi, o que parece muito!

   
Tenho a sensação de que quem fez a capa de A Grama do Vizinho é Mais Verde nem tentou fazer algo bonito, porque não tem como alguém olhar pra essa capa e querer ler, sinceramente; as fotos usadas não ficaram legais, os rostos dos homens no fundo foram borrados de uma forma bem preguiçosa, e esse fundo lilás só deixa tudo muito pior; sendo sincera, a única coisa que eu salvaria nessa capa são as borboletinhas, porque nada nela faz sentido. Não sei muito bem o que pensar de The Extraordinary Secrets of April, May & June; ao mesmo tempo que a capa chama minha atenção de alguma forma, eu acho a combinação de cores um pouco ruim, e a transparência de uma parte do título também não me agrada tanto. Um Ano Inesquecível já é um pouco diferente, porque as três pessoas não estão exatamente juntas, mas decidi colocar ela aqui porque, de alguma forma, ela me deixa um pouco curiosa para saber o que acontece na história; acho que ficou boa a cor utilizada pra unir todas as imagens, apesar de ser um design mais genérico. Admito que só coloquei Uma Vida em Dois Destinos aqui porque achei a foto muito fofa e diferenciou da proposta das outras capas daqui; porém, achei uma capa pouco trabalhada, muito "limpa", parecendo que o designer só pegou a imagem em um banco de fotos, jogou no photoshop e tacou o texto por cima (o que acontece em muitos casos).

Essas foram as capas de hoje! Minha favorita com certeza foi essa edição de As Relíquias da Morte - e agora estou querendo muito o box com essas capas -, porque combinou muito com a história e o desenho foi muito bem feito. E a pior não podia ser outra além de A Grama do Vizinho é Mais Verde, porque não faz sentido nenhum. Quais são as suas?

Até a próxima!