Lançamentos de Junho #3

Oi, gente! Continuando com os lançamentos do mês, hoje vamos dar uma olhada no que as editoras Rocco, Galera Record e Planeta preparam para esse mês. Não preciso dizer que estou louca para ler Branco Letal, né?!

Rocco

Branco Letal - Robert Galbraith

O romance mais épico de Robert Galbraith escrito até então, Branco letal é ao mesmo tempo um policial emocionante e um novo episódio da história em curso de Cormoran Strike e Robin Ellacott.
“Eu vi matarem menino... foi estrangulado, no cavalo.”
Quando Billy, um jovem problemático, vai à agência do detetive particular Cormoran Strike procurando sua ajuda na investigação de um crime que ele pensa ter testemunhado quando criança, Strike fica profundamente aflito. Embora tenha problemas mentais evidentes e não consiga se lembrar de muitos detalhes concretos, há algo de sincero nele e na história que conta. Mas antes que Strike consiga interrogá-lo melhor, Billy foge de seu escritório em pânico.
Tentando chegar ao fundo da história de Billy, Strike e Robin Ellacott — antes sua secretária, agora uma sócia na agência — partem seguindo um rastro tortuoso que os leva pelas ruas do submundo de Londres, até um refúgio secreto dentro do Parlamento e a uma mansão bela, porém sinistra, no interior do país.
E durante esta investigação labiríntica, a própria vida de Strike não está nada fácil: graças à fama recente como detetive particular, ele não consegue mais agir nos bastidores, como antigamente. Além disso, sua relação com a antiga secretária carrega mais tensão do que no passado — Robin agora é inestimável para Strike nos negócios, mas a relação pessoal dos dois é muito mais espinhosa.
Robert Galbraith, pseudônimo de J.K. Rowling (autora de Harry Potter), em seu novo livro, Branco letal, apresenta ao mesmo tempo um suspense emocionante e um novo episódio da história em curso do investigador Cormoran Strike e sua assistente. 


NOVA YORK, 2118

Manhattan é lar de uma torre de mil andares de histórias, uma maravilha de tirar o fôlego que toca o céu. Mas em meio ao luxo high-tech e ao glamour futurista, cinco adolescentes estão escondendo os seus mais perigosos segredos... Leda é assombrada por lembranças do que aconteceu na pior noite da sua vida. Ela fará de tudo para que a verdade continue escondida – mesmo que isso signifique confiar em seu pior inimigo. Watt só quer deixar o passado para trás e seguir em frente... até que Leda o força a hackear mais uma vez. Será que ele fará o que for preciso para se livrar dela para sempre? Quando Rylin ganha uma bolsa de estudos para uma escola dos andares superiores, sua vida muda da noite para o dia. Mas estar lá significa ver o garoto cujo coração ela partiu, e que partiu o dela de volta. Avery sofre por amar a única pessoa no mundo que ela nunca poderia ter. E está desesperada para estar com ele... custe o que custar.
E então há CALLIOPE, a misteriosa garota que chega a Nova York determinada a provocar um alvoroço. E ela sabe exatamente por onde começar. Mas, sem que saibam, alguém está observando cada movimento deles. Alguém que pensa em vingança. E em um mundo de alturas tão deslumbrantes, um mísero passo em falso pode significar uma queda devastadora.


Considerado o livro mais misterioso e autobiográfico de Clarice Lispector, Água viva, acaba de ganhar uma edição especial com capa dura e sobrecapa e reúne pela primeira vez em um mesmo volume os datiloscritos de Objeto Gritante e a versão final de Água viva, além de ensaios de Alexandrino Severino, Sonia Roncador, Ana Clara Abrantes e Teresa Montero e correspondência do filósofo José Américo Motta Pessanha. Já o prefácio ficou a cargo do crítico e pesquisador Pedro Karp Vasquez e a concepção visual e projeto gráfico são de Izabel Barreto.
Com este pequeno grande livro, Clarice Lispector conseguiu a façanha de descobrir um jeito transformador de escrever sobre si mesma. Um triunfo tão desconcertante que despertou assombro semelhante ao que a jovem autora provocara com sua estreia na ficção, o romance Perto do coração selvagem, de 1943. Um livro refundador. Da literatura e da própria Clarice.


Brilhante, ambiciosa e extremamente tímida, Greer Kadetsky, filha de ex-hippies, é uma jovem caloura em uma não tão brilhante universidade, enquanto Cory, filho de imigrantes portugueses e seu namorado desde o ensino médio, se matricula em Yale. Durante o primeiro fim de semana na faculdade, Greer decide ir a uma festa no campus, onde sofre assédio de um aluno veterano, conhecido por sempre sair impune das diversas acusações que coleciona.
Mas é também na faculdade que Greer conhece a mulher que vai mudar a sua vida. Faith Frank, deslumbrante, elegante e persuasiva aos sessenta e três anos de idade, é um esteio do movimento feminista há décadas, uma figura inspiradora. Ao ouvir o discurso de Faith, na capela lotada do campus, Greer sente uma luz se acender em seu interior. Após a faculdade, enquanto Cory desponta no mercado financeiro internacional, Greer procura Faith, que a convida a transformar seu despertar em algo novo, oferecendo-lhe um emprego que a levará ao trabalho mais gratificante de toda a sua vida: a criação de uma fundação para capacitar e apoiar mulheres em todo o mundo.
Com o tempo, Greer e Cory percebem que vão ter que pensar muito bem sobre aquilo que realmente querem. Em seus caminhos distintos, ambos precisarão enfrentar a complexidade da vida adulta, enquanto aos poucos se afastam do futuro que sempre imaginaram para si próprios.
Com humor, sensibilidade e profunda inteligência, Meg Wolitzer desvela grandes descobertas sobre poder e influência, ego e lealdade, feminilidade e ambição em uma história comovente, que escrutina os ideais românticos que não paramos de perseguir pela vida afora: ideais que se relacionam não apenas com quem queremos estar, mas com quem queremos ser.


Na Idade Média, um velho monge considerado santo, que vive numa cidade catalã, ao sentir que se aproxima da morte decide voltar à sua terra natal. Porém, a economia local criou uma dependência em torno da fama dos abundantes milagres do santo e as autoridades optam por mantê-lo por lá, ainda que morto. De forma quase milagrosa, o monge escapa desse destino e foge a bordo de um navio grego até chegar à África, assim, ele terá a oportunidade de conhecer novos lugares e novas formas de viver.




Tudo ia bem com Caco Botão até que sua casa ficou sem energia. Perdido e sem alternativa sobre o que fazer para passar o tempo, o menino encontra um antigo dispositivo de games à pilha. Parecia que tudo iria se resolver até ele perceber que as pilhas estavam velhas. Então, Caco vai atrás da sua irmã mais nova e das pilhas da boneca falante da menina. Será mesmo que ele terá coragem de fazer isso com a pequena Isabel? A Rocco Pequenos Leitores traz para o Brasil o livro infantil em que a autora Suzanne Collins, da trilogia best-seller mundial Jogos Vorazes, explora a forte presença dos videogames na infância.


No quinto livro da série, Fergus e seus amigos conseguem realizar o sonho de chegar ao Campeonato Nacional. Ok, eles ainda terão que vencer a equipe mais temida do país, a Velociraptors, uma máquina de pedalar composta por meninas e treinada pela apavorante Major Menzies. Mas como o vovô diz, “Para tudo tem um jeito”. E é exatamente esse o empurrão que Fergus precisa para girar os pedais para trás pela última vez em Nunca mais.




Galera Record


Traição. Risco. Redenção. Catorze anos após o lançamento de Feios, o autor best-seller Scott Westerfeld retorna a seu universo mais famoso com uma história completamente nova. Nascidas com a diferença de apenas 26 minutos, as filhas do poderoso e autoritário governante de Shreve receberam criações muito distintas. Rafia, a mais velha, cresceu como a filha perfeita, oradora habilidosa e ícone de estilo. Frey, por sua vez, foi ensinada a matar; seu único propósito na vida é proteger a irmã gêmea e, se necessário, sacrificar-se por ela. Quando é enviada no lugar de Rafi como garantia de um perigoso acordo, torna-se a impostora perfeita. Longe da irmã e pela primeira vez sob os holofotes, será que conseguirá assumir sua própria personalidade – e, de quebra, arriscar tudo em uma rebelião?


O aguardado desfecho da série Magisterium, das autoras best-seller Holly Black e Cassandra Clare.
Uma geração atrás, o poderoso mago Constantine Madden chegou perto de alcançar o que nenhum feiticeiro jamais conseguira: o poder de reviver os mortos. Ele não teve sucesso... mas encontrou uma forma de manter a si mesmo vivo, dentro de uma criança chamada Callum Hunt. Ao longo de quatro anos de estudos no Magisterium, Callum tem sido simultaneamente um herói e um pária, uma força do bem e um presságio do mal.
Prestes a começar seu último ano na escola mágica, seu lugar é menos certo do que nunca. Com uma única exceção, ele está distante da maioria de seus amigos. Uma escuridão furtiva ainda o persegue. E o maior desafio de sua vida está surgindo...

Planeta


Aterrorizante. Sinistro. Macabro.
Você não vai conseguir parar de ler.
Este livro é um tanto quanto diferente. São mais de 70 histórias curtas de terror que vão do sobrenatural até coisas
terríveis que os seres humanos podem fazer. E quando eu digo terríveis, quero dizer para ter cuidado antes de realmente
ler um livro com o título de maldito. Talvez você termine de ler essas linhas aterradoras sem confiar em mais ninguém, ou
quem sabe achando que está sozinho quando na verdade tem alguém invisível perto de você. O livro é maldito. Eu avisei.


Nos cinemas, Mia interpreta uma mulher apaixonada. Mas na vida real, ela é uma atriz que precisa desesperadamente de um tempo de seu marido – a mega estrela que interpreta seu par romântico nos filmes.
Então, ela atravessa o Canal da Mancha e busca refúgio em Paris, com um novo corte de cabelo, óculos falsos e um trabalho de garçonete no restaurante de sua melhor amiga. Paul é um autor americano que espera resgatar o sucesso de seu primeiro romance.
Quando seu melhor amigo força um encontro com Mia através de um site de namoro, o status de relacionamento dos dois muda para "complicado". Mesmo que Paris pareça estar juntando o casal, eles resistem, solitários, inventando desculpas cada vez mais exageradas para permanecerem apenas amigos.
Mas o destino tem outros planos para eles. O amor verdadeiro estaria esperando no final dessa história?


A eletrizante sequência do sucesso O Jardim das Borboletas.
Quatro meses se passaram após a descoberta do Jardim e de suas “borboletas”: jovens mulheres, sequestradas e mantidas
em cativeiro por um homem brutal e obsessivo, conhecido apenas como Jardineiro. O inverno está chegando ao fim, e as
Borboletas esperam ansiosamente por dias mais quentes e tranquilos.
Para os agentes Brandon Eddison, Victor Hanoverian e Mercedes Ramirez, no entanto, a calma não parece valer: em outra
parte dos Estados Unidos, mais uma jovem surge brutalmente assassinada. Os indícios apontam para a ação de mais
um serial-killer psicopata, capaz não apenas de matar a sangue frio, mas também de elaborar a cena a ser descoberta: a
jovem é descoberta no altar de uma velha igreja, com a garganta cortada e o corpo rodeado de flores.


Uma viagem no espaço com o cientista mais popular do século
Por que o homem se maravilha com o espaço? E por que devemos explorá-lo? Conseguimos chegar tão longe – aonde seremos capazes de ir no futuro? Quais são os desafios que impedem entusiastas de realizar o sonho de explorar os confins do universo? E o que ou quem encontraremos lá?
Neil deGrasse Tyson é um tipo raro de cientista, capaz de explicar de maneira clara e brilhante os mistérios do cosmos para o grande público. Agora, suas reflexões se viram para a relevância e o futuro da exploração espacial. Dividido em três partes, este livro busca responder como e por que não ultrapassamos as fronteiras mais distantes do universo. Mais uma vez, seus insights encantadores e provocativos brotam a partir de tópicos intrigantes, desde erros que moldaram
a história recente dos programas espaciais, asteroides assassinos, lições por trás de Star Trek até como alienígenas, caso existam, podem nos encontrar. Por fim, Neil deGrasse nos leva a avaliar o nosso lugar no cosmos e a admirar, estupefatos, todas as suas maravilhas.

Como Aprendi a Pensar - Luiz Felipe Pondé

Um passeio pela história da filosofia
Um dos pensadores pop mais respeitados pelo público e pela crítica, Luiz Felipe Pondé apresenta neste livro uma história da filosofia diferente – a história dele com a filosofia. E não só: ele cita romancistas como Nelson Rodrigues, cientistas como Charles Darwin, economistas como Karl Marx e os psicanalistas Sigmund Freud e Carl Jung. Todos foram importantes na formação deste intelectual que, semanalmente, através de artigos, aulas e vídeos, nos questiona e nos ajuda a pensar e a entender o mundo em que vivemos.
Dividido cronologicamente em seis capítulos, Como aprendi a pensar começa na Antiguidade com os gregos e romanos, passa pela filosofia cristã dos primeiros séculos sob a forte influência de Agostinho e chega na idade medieval de São Tomás de Aquino. O renascimento, a formação da modernidade com o debate entre iluminismo e romantismo e, por fim, o contemporâneo. Não faltam tragédias como Antígona e Medeia e os filósofos estoicos, epicuristas e céticos que tanto
influenciaram na formação de Pondé. “Sempre achei que os céticos têm, pelo menos, ‘alguma razão’ em duvidar da razão”, diz ele. Nietzsche, Dostoiévski e Camus dividem as páginas com seus colegas mais contemporâneos como o polonês Zigmunt Bauman, o francês Tristan Garcia e o romeno Émil Cioran. Como aprendi a pensar é um convite para pensar, seguindo uma constatação do próprio autor: “Filosofar é aprender a fazer perguntas significativas que nos tornam mais inteligentes e mais interessantes – não, necessariamente, mais felizes”.


Nova edição ampliada do best-seller de Calligaris, o psicanalista mais pop do Brasil
Respeitado pelos seus pares, admirado pelos intelectuais e querido pelos pacientes e leitores, Contardo Calligaris é uma unanimidade no país. Italiano de nascimento, ele conquistou os brasileiros com seu jeito lúcido, claro e provocativo de abordar questões comuns a homens e mulheres, não importando a idade e convicções políticas, filosóficas e religiosas.
Há pouco mais de dez anos publicou a primeira edição de Cartas a um jovem terapeuta. Fez tanto sucesso que, agora, Calligaris lança uma nova edição ampliada com mais conteúdo para os temas já abordados, como a vocação
profissional, o primeiro paciente, amores terapêuticos, o dilema “curar ou não curar” e até questões práticas e o que fazer para ter mais pacientes. Mas Calligaris introduz outros pontos também fundamentais na formação do psicoterapeuta, como as condições necessárias para seguir a profissão, quanto custa e o que é preciso ler. Aborda também, de uma forma muito sincera, a sempre conflitante
e contraditória relação com a família. E responde uma pergunta muito frequente: por que os terapeutas enxergam tudo pelo prisma da sexualidade?