Resenha - Como Num Filme


Título: Como Num Filme
Título Original: Isn't She Lovely
Série: Recomeços
0.5 - Como Num Filme (2018)
1 - Em pedaços (2018)
2 - Imperfeitos (2019)
Autora: Lauren Layne
Editora: Paralela
Páginas: 224
Ano: 2018
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Americanas // Submarino

O que a gente faz quando o livro é tão fofo que dá vontade de abraçar?

Sinopse: As regras são claras... até o momento em que são quebradas. Neste livro da série Recomeços, conheça a história de Ethan.
As únicas coisas que o mauricinho Ethan e a rebelde Stephanie têm em comum são o curso de cinema na Universidade de Nova York e o roteiro que precisam desenvolver juntos. Mas, quando a proposta de recriar clássicos de Hollywood se confunde com a realidade, eles acabam se tornando os protagonistas de uma história de amor digna de Oscar! Ela quer um quarto confortável em uma boa casa. Ele quer ficar longe de sua ex. Eles precisam de uma boa nota.
Convencidos a ajudar um ao outro, os dois entram em um acordo: Stephanie será a namorada de mentirinha de Ethan enquanto ele a deixa morar em seu apartamento. Para isso, ela deverá fingir ser uma perfeita lady: discreta, arrumadinha e, claro, completamente apaixonada… igualzinha à personagem do filme que estão criando. Contudo, à medida que os dois se aproximam, Ethan se vê completamente apaixonado pela garota cheia de mistérios e contradições ao seu lado. Agora, ele vai ter que decidir: será que seus sentimentos são pela Stephanie de verdade? Ou apenas pela versão que ele criou?

A Trama: Eu penso sobre esse livro e tudo o que eu consigo fazer é suspirar. Que história mais fofa, sério! 
A obra é uma releitura do mito de Pigmalião - sobre o qual você pode nunca ter ouvido falar, mas com certeza já assistiu diversos filmes baseados, por exemplo My Fair Lady, Uma Linda Mulher, Ela é demais... Aquele tipo de comédia romântica bem boba (e em que sou viciada), onde o cara cria a "mulher perfeita" e acaba se apaixonando por ela. E bom, dito isso acho que vocês sabem o que esperar.
É clichê? É. Mas gente, clichês existem por um motivo - eles funcionam! E aaaaah, como esse funcionou! Acho que foram poucas as vezes que senti vontade de esmagar um livro - e nesse caso foi muito difícil me controlar.

Os Personagens: Stephanie é sensacional! E, além disso, é um dos maiores motivos pelos quais o livro me conquistou tanto - romances new adult normalmente tem a protagonista delicada, fofa, deslumbrada, toda perfeitinha... Stephanie é bem diferente desse padrão, ela é inteligente, engraçada, mau humorada e incrível! Queria ser amiga dessa menina!
Ethan, por sua vez, é apenas Ethan - o garoto gato e rico que está acostumado a ter tudo o que quer. O protagonista só brilha mesmo nos momentos em que tem Stephanie ao seu lado - quando consegue tornar a protagonista ainda mais fantástica.
Seja como casal, como amigos ou apenas colegas, os dois formam uma dupla extraordinária - que ganhou meu coração e minha torcida desde o início. 

Capa, Diagramação e EscritaSim, eu sou repetitiva, mas a editora Paralela sabe fazer capas viu! É muito amor por uma editora, não tem como.
A história é narrada alternadamente por Stephanie e Ethan e a escrita de Lauren Layne é bastante envolvente - daquelas que te prendem e você lê até o final sem se dar conta.

Concluindo: Eu confesso que minhas expectativas sobre esse livro não eram altas - esse é um gênero literário que eu normalmente curto bastante, mas não marca a minha vida. São histórias que procuro quando minhas leituras não estão fluindo muito bem.
Porém, me surpreendi muito com o quanto fui conquistada pelos personagens e pela trama. Em sua simplicidade, a história se fez magnífica - e, arrisco dizer, uma das melhores que já li desse estilo.