Resenha - Tintim na América

Título: Tintim Na América 
Título Original: Tintin en Amèrique
Serie: As Aventuras de Tintim #3
Editora: Hergé
Editora: Quadrinhos da Cia
Páginas: 62
Ano: 2009 (original 1973)
Saiba mais: Skoob | Goodreads
Comprar: Amazon

Defasado, porém promissor.

Sinopse: Após o episódio no Congo, Tintim é enviado aos Estados Unidos da América (durante a época da lei seca). Ao chegar em Chicago, é imediatamente raptado por gângsteres de Al Capone, que o consideram perigoso. Após escapar e os deter, ele é atacado por Bobby Smiles, o chefe de um bando rival. A perseguição conduz Tintim aos peles-vermelhas, que Bobby Smiles voltou contra ele. Tintim captura o criminoso e volta à Chicago. Novamente, combate outros gângsteres e sai vitorioso. Ele deixa o país após um desfile bem digno dos heróis norte-americanos.



A Trama: Tintim vai aos Estados Unidos com a intenção de acabar com a máfia americana (como assimmmm, simples assim) que crescia e dominava cada vez mais estados americanos. Desembarcando em Chicago, ele é logo raptado por gângsters a serviço de Al Capone. A partir daí, uma sequência de atos irrealistas e fuleiros acontecem como consequência das tentativas de oposição de ambos os lados. Ok, eu fui um pouco cruel com essa descrição, mas essas edições mais antigas de Tintim são... desafiantes. Apesar disso, a trama tem um objetivo claro, mesmo que pouco profundo, e torna a história coerente, embora ela se desvie em subtramas pouco funcionais.


Resenha - Os Sete Maridos de Evelyn Hugo


Título: Os Sete Maridos de Evelyn Hugo


Título Original: The Seven Husbands of Evelyn Hugo
Autora: Taylor Jenkins Reid
Editora: Paralela
Páginas: 360
Ano: 2019
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Saraiva

Ainda é cedo para eleger a melhor leitura do ano?

Sinopse: Com todo o esplendor que só a Hollywood do século passado pode oferecer, esta é uma narrativa inesquecível sobre os sacrifícios que fazemos por amor, o perigo dos segredos e o preço da fama.
Lendária estrela de Hollywood, Evelyn Hugo sempre esteve sob os holofotes ― seja estrelando uma produção vencedora do Oscar, protagonizando algum escândalo ou aparecendo com um novo marido… pela sétima vez.
Agora, prestes a completar oitenta anos e reclusa em seu apartamento no Upper East Side, a famigerada atriz decide contar a própria história ― ou sua “verdadeira história” ―, mas com uma condição: que Monique Grant, jornalista iniciante e até então desconhecida, seja a entrevistadora.
Ao embarcar nessa misteriosa empreitada, a jovem repórter começa a se dar conta de que nada é por acaso ― e que suas trajetórias podem estar profunda e irreversivelmente conectadas.

A Trama: Caí nesse livro de paraquedas - sem conhecer muito sobre a história e simplesmente confiando em mais uma indicação da senhorita Boo. E é assim que eu queria que vocês se entregassem a essas páginas.
Falar sobre a trama em si, aqui, não iria estragar a história que esse livro incrível carrega - porque isso é impossível -, mas com certeza diminuiria um pouco da intensidade com a qual ele irá te surpreender.
E ele irá te surpreender, profundamente. E te conquistar perdidamente. E despertar em você todos os sentimentos possíveis e imagináveis. E ganhar o seu coração por completo. Então, por favor, simplesmente confiem em mim - ou na Boo -, e leiam. Porque cada uma dessas 360 páginas vale a pena. Vale imensamente a pena.

Resenha - A Conquista

Título: A Conquista - Amores Improváveis
Título Original: The Goal
Série: Off-Campus
1- O Acordo (2016)
2- O Erro (2016)
3- O Jogo (2017)
4- A Conquista (2017)
Autora: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Páginas: 336
Ano: 2017
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Saraiva // Americanas

Como me despedir dessa série que tem um pedaço tão grande do meu coração, sem sentir ele ser completamente esmagado pela saudade?
Atenção! Essa resenha contém spoilers dos livros anteriores. 

Sinopse: De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila - esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai virar a vida desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas.

A Trama: Esse é mais um livro da série recheado de clichês? É claro que sim! Mas também é mais uma história incrível e envolvente que vai te deixar com um sorriso no rosto e o coração quentinho.
Dessa vez a dinâmica foi um pouco diferente dos demais livros da série, que iniciavam mais ou menos onde o anterior tinha terminado. Aqui, a história volta um pouco no tempo - já que O Jogo terminou com Tucker jogando sua novidade como uma bomba para cima de Dean e Allie (um suspiro aqui em homenagem ao meu casal), e o leitor precisava entender como tudo aquilo aconteceu. 
E eu sei que deveria falar sobre como a relação de Tucker e Sabrina foi construída aos poucos, e sobre como a ele sempre foi um cavalheiro com ela, e um cara incrível e tal... E o ok, tudo isso é verdade. 
Porém, eu sou oficialmente um caso perdido e não resisto: mesmo com toda a construção do novo casal, o ápice para mim foi conhecer a visão "dos caras" sobre o início da relação de Dean e Allie - já que quando esse livro começa, os dois ainda não assumiram o relacionamento sequer para si mesmos.

Terça do Top #123

5 livro que quero ler antes do fim do ano

Eu sei, eu sei, já estamos no meio de dezembro e eu vindo com CINCO livros para ler ainda esse ano. Esses são livros que entraram nas minhas metas esse ano e ainda não consegui tirá-los da pilha dos "não-lidos" da estante, então vou fazer meu máximo para concluir todos eles antes de 2020 chegar!

O Instituto - Stephen King

Não é novidade que Stephen King é meu autor favorito, e eu quero muito ler o mais novo lançamento dele antes do ano acabar! O livro conta, basicamente, sobre crianças sendo sequestradas no meio da noite e mantidas em um instituto por terem talentos especiais. Tô muito animada para esse!






A Heroína da Alvorada - Alwyn Hamilton

Esse é o terceiro e último volume da trilogia A Rebelde do Deserto e eu estou louca pra terminar essa série! Alwyn Hamilton conseguiu desenvolver bem seu mundo e criou personagens com os quais eu me importo, e me recuso a terminar 2019 sem ter concluído essa trilogia. 





Resenha - Pessoas Normais

Título: Pessoas Normais
Título Original: Normal People
Livro Único. 
Autor: Sally Rooney
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 264
Ano: Edição: 2019 | Original: 2018
Saiba Mais: Skoob / Goodreads
Comprar: Amazon 

Aviso de gatilho: violência doméstica/violência familiar e abuso sexual.

Sinopse: Na escola, no interior da Irlanda, Connell e Marianne fingem não se conhecer. Ele é a estrela do time de futebol, ela é solitária e preza por sua privacidade. Mas a mãe de Connell trabalha como empregada na casa dos pais de Marianne, e uma conexão estranha e indelével cresce entre os dois adolescentes — contudo, um deles está determinado a esconder a relação.Um ano depois, ambos estão na universidade, em Dublin. Marianne encontrou seu lugar em um novo mundo enquanto Connell fica à margem, inseguro. Enquanto Marianne se embrenha em um espiral de autodestruição e Connell começa a duvidar do sentido de suas escolhas, eles precisam entender até que ponto estão dispostos a ir para salvar um ao outro. Uma história de amor entre duas pessoas que tentam ficar separadas, mas descobrem que isso pode ser mais difícil do que tinham imaginado.

A TramaEm Pessoas Normais, acompanhamos o relacionamento de Connell e Marianne durante alguns anos de suas vidas, do ensino médio à faculdade. Marianne sempre foi a pária da escola, apesar da família rica, não tinha amigos e vivia isolada de todos. Já Connell vem de um lar mais simples, sua mãe trabalha limpando a casa de Marianne alguns dias da semana, e é bem popular na escola. Às escondidas, os dois estabelecem uma amizade secreta, toda vez que Connell vai buscar sua mãe no trabalho, e em certo momento essa amizade se torna algo mais. Por medo dos julgamentos dos amigos de Connnell na escola, eles decidem manter tudo que aconteceu entre eles em segredo. Mas não é como se isso fosse dar certo para sempre. Esse é um livro difícil de avaliar, porque não consigo considerar a história muito bem elaborada, nem os personagens muito cativantes. Porém, esse livro não necessariamente pede por isso, porque está apenas contando uma parte da trajetória de duas pessoas imperfeitas e suas idas e vindas no meio do caminho. Não é uma leitura que vai trazer reviravoltas ou ação, é um livro puramente carregado pelos personagens.

Resenha - Através do Vazio

Título: Através do Vazio
Título Original: Across the Void
Livro Único. 
Autor: S.K. Vaughn
Editora: Suma de Letras
Páginas: 376
Ano: 2019
Saiba Mais: Skoob / Goodreads
Comprar: Amazon 

Sinopse: Em Através do Vazio, ficção científica e suspense se misturam, construindo uma trama complexa e emocionante que mantém o leitor envolvido até a última página.
É Natal de 2067. Os acordes de uma música natalina ecoam pelas ruínas de uma espaçonave que flutua pela escuridão. Lá dentro, May desperta lentamente ― a única sobrevivente de um acidente desastroso na primeira viagem tripulada a Europa, a lua de Júpiter. Sozinha no vazio do espaço, em uma nave caindo aos pedaços, May tenta desesperadamente reencontrar o caminho para a Terra. A única pessoa capaz de ajudá-la é Stephen Knox, um cientista brilhante da Nasa... e um homem que ela magoou profundamente antes de partir.
Enquanto ela batalha pela própria sobrevivência e sinais de sabotagem começam a vir à tona, a voz de Stephen parece ser a única coisa capaz de atravessar o vazio insondável do espaço e levá-la de volta para casa em segurança.

A TramaQuando May acorda de um coma induzido, ela se encontra sem memória recente, se depara com sua nave vazia e descobre que eles sofreram um acidente. Sua tripulação desapareceu e a nave parece ter danos irreparáveis. Sozinha no espaço, já que está na órbita de Europa, uma estrela de Júpiter, ela precisará encontrar uma forma de sobreviver e estabelecer conexão com o comando da Nasa na Terra, tudo isso contando apenas com a ajuda da inteligência artificial da nave, que May batizou de Eva, o nome de sua falecida mãe. O que May não esperava é que, na verdade, seu marido e cientista Stephen, seria o único com verdadeiras intenções de resgatá-la. Através do Vazio começou de forma empolgante e curiosa, mas foi perdendo o gás conforme eu adentrava mais na história, se tornando até entediante em certos momentos. Por grande parte, foi um livro parado em que parecia que nada acontecia, os acontecimentos sendo até mesmo um pouco repetitivos. Chegando no clímax, a história voltou a ter mais um pouco de força e me manteve interessada até o final, mas não foi o suficiente para me fazer gostar verdadeiramente da história. É uma história espacial mais voltada para a "realidade" do que seria trabalhar na Nasa e ser um astronauta, e isso faz com que o livro não tenha muita ação ou elementos que tornam uma ficção-científica, mais "fictícia" mesmo, emocionantes. O livro também aborda bastante o casamento de May e Stephen, que estava em crise quando ela embarcou para Europa, e o relacionamento dela com a mãe, que foi bem problemático durante vários anos.