Resenha - Ascensão

Título: Ascensão
Título Original: Elevation
Livro Único.
Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Páginas: 124
Ano: 2019
Saiba Mais: Skoob / Goodreads
Comprar: Amazon 

Sinopse: Uma história fascinante, curiosa e comovente sobre um homem cujo misterioso problema ajuda os habitantes de Castle Rock a superar as diferenças e se tornar uma comunidade.
Scott Carey tem muito em que pensar ― o projeto enorme que pegou no trabalho; o casal lésbico que mora na casa ao lado e o cachorro delas, que insiste em fazer as necessidades no seu quintal; e a súbita e inexplicável perda de peso das últimas semanas.
Apesar de não querer ser estudado e examinado, Scott decide compartilhar a questão com seu velho amigo, o dr. Bob Ellis. Afinal, apesar dos números decrescentes na balança, sua aparência continua a mesma ― além disso, seu peso não varia quando está nu ou usando roupas pesadas, quando está de mãos vazias ou carrega algo no colo.
Não importa o que ele faça ou coma, Scott está cada vez mais leve ― embora não mais magro ―, e conforme seu peso se aproxima de zero, ele sabe que logo nada vai prendê-lo ao chão.
Scott não quer se preocupar com o que vem pela frente; ele ainda tem tempo para resolver todas as suas questões antes do Dia Zero, e por que não começar pelas mais difíceis? Por exemplo, encarando o preconceito que suas vizinhas têm sofrido da comunidade ― e dele ― e fazendo o possível para ajudar.
Amizades improváveis, a maratona anual da cidade e a misteriosa condição de Scott são a fórmula para grandes transformações. Incrivelmente alegre e profundamente triste, Ascensão é um verdadeiro antídoto para nossa cultura intolerante.

A TramaNessa novela, o protagonista Scott Carey descobre que está perdendo peso todos os dias, mas isso não faz com que seu corpo grandalhão mude nenhum pouco. Além disso, ele está tendo problemas com os cachorros das vizinhas, que parecem estar fazendo as necessidades no seu quintal. Enquanto perde cada dia mais peso e tenta entender as vizinhas - lésbicas e casadas -, Scott começa a se questionar o que acontecerá quando ele chegar ao peso zero. Ascensão é uma história bem despretensiosa do King, mas eu amei lê-la! Não acho que seja memorável, mas trás algumas questões importantes, que o autor pode ter até concluído de forma "simplista", porém combinando com o restante do tom da trama. Se tratando de uma novela, é uma leitura rápida, que dá pra fazer em uma sentada só.

Os PersonagensEu concordo com algumas outras resenhas que dizem que os personagens são bem uni-dimensionais, mas de alguma forma eles conseguiram me cativar. Aqui, todos são bem preto no branco, o autor não utilizou muito espaço para dar nuances às personalidades. Scott é um cara legal, que tenta lidar com sua nova condição da forma mais calma possível. Deirdre e Missy decidiram se mudar para a cidade de Castle Rock para recomeçar e abrir um restaurante, mas a cidadezinha se mostra claramente homofóbica e os negócios não vão nada bem para as duas. E também temos o dr. Ellis, um médico aposentado com quem Scott vai buscar ajuda. Todos têm seu papel na trama, apesar do desenvolvimento deles não ter sido muito explorado.

Capa, Diagramação e EscritaA capa é linda e combina muito bem com a história, além da edição ser em capa dura. A diagramação também está muito boa, com ilustrações nos inícios de capítulos e uma folha mais grossa. Stephen King não escreve apenas horror, e essa novela é um exemplo disso, sendo mais um drama com realismo mágico. A escrita dele está boa, mas não trás todo o potencial que o autor tem de contar uma história, além dos personagens mais rasos, como dito antes. Ainda assim, é uma narrativa fluida e que me manteve presa no livro até terminar, sem querer largar por um minuto.

Concluindo
Ascensão está longe de ser uma das melhores histórias do King, mas vale a leitura. O autor usou esse espaço para despejar suas críticas políticas contra o governo Trump, construindo sua história em cima de uma de suas cidades mais icônicas - Castle Rock - e mostrando que ela é, em sua maioria, Republicana e cheia de pessoas retrógradas. Talvez seja um bom ponto de partida para começar a ler o autor, mas fique sabendo que essa novela não é um parâmetro para as outras histórias dele.