Resenha - A Catastrófica História de Nós Dois

Resenha feita pela Luh!  
Título: A Catastrófica História de Nós Dois
Título Original: The Catastrophic History of You and Me
Livro Único
Autor: Jess Rothenberg 
Editora: Rocco
Páginas: 384
Ano: 2012
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Extra // Saraiva

Uma história triste e linda!

Sinopse: Pouco antes de completar 16 anos, Brie Eagan morre, literalmente, depois de ouvir do namorado que ele não a ama mais. E acaba descobrindo que o amor é ainda mais complicado do que ela poderia imaginar em vida. Com a ajuda de Patrick, uma alma perdida residente, Brie precisa passar pelos cinco estágios do luto até restaurar sua fé no amor e estar pronta para encarar a vida após a morte. 

A Trama: Apesar de ter "espíritos", A Catastrófica História de Nós Dois parece muito com um romance contemporâneo. É um livro sobre a jornada da protagonista ao aprender mais sobre si mesma e sobre as pessoas à sua volta.
Ao longo do livro, Brie passa pelos cinco estágios de luto, Negação, Raiva, Barganha, Tristeza e Aceitação. Eu pensei que isso aconteceria relativamente rápido, mas a protagonista fica 'presa' em alguns dos estágios por meses e eu sentia compaixão pela garota. A autora é tão genial que conseguiu fazer com que eu passasse pelos cinco estágios junto com a protagonista.
No início, na Negação, Brie não entende muito bem o que está acontecendo com ela, sua morte foi repentina e ela só tinha quinze anos. Ela vai parar em um lugar estranho, uma espécie de cópia de uma pizzaria que ela costumava ir, e vários outros adolescentes e crianças estão lá. Adorei essa concepção da autora do que acontece quando as pessoas morrem, a protagonista vai para um lugar de que ela gostava bastante, mas pode ir para outros locais se desejar e às vezes consegue até "voltar" para a Terra e espiar a vida de seus amigos e família.
Conforme passa pelos cinco estágios, Brie aprende muito sobre sua vida e sobre si mesma e faz com que o leitor fique torcendo por sua felicidade, até que tudo isso leva a um final perfeito.

A ProtagonistaBrie podia ser bem imatura às vezes e tomava várias decisões questionáveis, porém acredito que isso é esperado se você morre aos quinze anos, a garota ainda precisava amadurecer muito para compreender melhor as consequências de suas ações.
Por outro lado, a protagonista é meiga e muito engraçada, fiel e independente. Adorei a jornada da garota e a personalidade que ela tinha no final, que foi se desenvolvendo aos poucos. Por fim, o lado sarcástico de Brie fez com que ela fosse uma narradora formidável, com comentários divertidíssimos.

Os Personagens Secundários: Meu personagem predileto tem que ser Patrick. Quando Brie morre e vai para a pizzaria, encontra Patrick, um garoto com jaqueta de aviador e um visual dos anos 80 que ajuda a protagonista a compreender o que acontece na 'vida após a morte'. Patrick era um personagem extremamente original e interessante, envolvido em mistério e com diversas lições importantes para ensinar à protagonista.
Em vida, Brie fazia parte de um grupo de quatro amigas e foi muito triste ver as outras três meninas lidando com sua morte. Cada amiga tinha uma personalidade distinta e gostei muito delas, porém a linguagem das garotas, com direito a gírias e abreviações, me irritou um pouquinho.

Capa, Diagramação e Escrita: Amo essa capa, realmente acho que é uma das mais bonitas da minha estante. Ela não tem muitos enfeites, mas é justamente sua simplicidade que me conquistou. A diagramação do livro é simples, mas cada capítulo começava com um trecho de música e adorei esse detalhe especial, eu sentia vontade de ficar cantando as músicas sempre que lia um trecho.
No início a escrita da Jess parece não ter nada demais, porém aos poucos a autora foi demonstrando sua habilidade. O livro é rápido de ler e divertido, porém a melhor parte é que a autora conseguiu transmitir muito bem os sentimentos da protagonista e me deixou ansiosa para acompanhar seu desenvolvimento.

Concluindo: A Catastrófica História de Nós Dois conseguiu, ao mesmo tempo, ser fofo, engraçado, romântico e triste. O livro me surpreendeu, foi melhor do que eu pensei que seria, e apesar de não ter se tornado um dos meus favoritos, ele tem potencial para conquistar a maioria dos leitores.


Classificação: