Resenha - A Escola do Bem e do Mal

Resenha feita pela Luh!  
Título: A Escola do Bem e do Mal
Título Original: The School for Good and Evil
Série: A Escola do Bem e do Mal
1- A Escola do Bem e do Mal (2014)
2- Um Mundo Sem Príncipes (2015)
3- The Last Ever After (2015 US)
Autor: Soman Chainani
Editora: Gutenberg
Páginas: 352
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Amazon


Interessante e clichê ao mesmo tempo.

Sinopse: No povoado de Gavaldon, a cada quatro anos, dois adolescentes somem misteriosamente há mais de dois séculos. Os pais trancam e protegem seus filhos, apavorados com o possível sequestro, que acontece segundo uma antiga lenda: os jovens desaparecidos são levados para a Escola do Bem e do Mal, onde estudam para se tornar os heróis e os vilões das histórias.
Sophie torce para ser uma das escolhidas e admitida na Escola do Bem. Com seu vestido cor-de-rosa e sapatos de cristal, ela sonha em se tornar uma princesa. Sua melhor amiga, Agatha, porém, não se conforma como uma cidade inteira pode acreditar em tanta baboseira. Ela é o oposto da amiga, que, mesmo assim, é a única que a entende. O destino, no entanto, prega uma peça nas duas, que iniciam uma aventura que dará pistas sobre quem elas realmente são.

A Trama: No geral, eu gostei do livro, mas também tive alguns problemas. Sophie é uma garota bonita que sempre sonhou em ir para a Escola do Bem e do Mal e se tornar uma princesa. Sua amiga, Agatha, sempre foi vista como estranha e acabou indo parar na escola junto com Sophie. Começando pelo que eu gostei, a Escola é maravilhosa, realmente parece tirada de um conto-de-fadas. Os alunos tem aulas especiais de como se tornar príncipes ou vilões, inclusive disciplinas envolvendo magia, o que torna o livro muito divertido. Entretanto, a trama era totalmente inconsistente. O autor parecia não saber para onde ir com a trama, os personagens pareciam mudar de personalidade a cada capítulo e muitas cenas passaram a sensação de que o autor estava tentando aumentar o número de páginas (ou seja, enrolação). Além disso, gosto bastante de livros com "lições de moral" e sei que é um infanto-juvenil, mas a quantidade de vezes que o autor tentou enfatizar tais lições ficou forçado demais.

As Protagonistas: Comecei o livro com raiva de Sophie, que só sabia reclamar de como sua situação era injusta. Entretanto, conforme a trama se desenvolvia, Sophie cresceu bastante e passou por muitas mudanças. Agatha, por outro lado, parecia regredir, perdendo boa parte da sua originalidade e da maneira ótima como parecia conseguir pensar por si mesma. Gostei muito da amizade das meninas e amei que o livro tenha focado nisso.

Os Personagens Secundários: São vários personagens, mas o livro realmente foca nas protagonistas. Gostei de como os outros alunos da Escola são clichês na superfície, porém diferentes quando você para pra prestar atenção. Porém, os alunos do Mal são claramente mais legais que os do Bem, que só pensavam em romance e beleza. O Diretor da Escola tem um papel muito importante, entretanto acredito que ele poderia ter sido melhor desenvolvido.

Capa, Diagramação e Escrita: Amei essa capa. A original tem as duas meninas logo acima dos cisnes, porém gostei mais assim. A imagem realmente lembra um conto-de-fadas. A diagramação também está linda, com direito a mapas e listas muito caprichadas.
A escrita do autor tem seus altos e baixos. Algumas cenas pareciam bem arrastadas, e certas partes do livro não estavam tão interessantes. A construção de cenário, por outro lado, é magnífica e muito bem explorada.

Concluindo: Apesar de ser uma série, A Escola do Bem e do Mal não precisa de continuação alguma e talvez até fosse melhor se terminasse aqui. Nas mãos de um autor talvez mais experiente, a premissa do livro teria se desenvolvido em algo magnífico. Entretanto, ficou apenas no divertido, beirando irritante em alguns trechos. Ainda assim, é uma história fofa e intrigante que me fez refletir um pouco.


Classificação: