Resenha - Lobo de Rua

Título: Lobo de Rua
Série: Galeria Creta
0.5 - Lobo de Rua
Autor: Jana P. Bianchi
Editora: Dame Blanche
Páginas: 122
Ano: 2016
Saiba Mais: Skoob / Goodreads
Comprar: Amazon 

Sinopse: Raul é um morador de rua, um homem invisível e desgraçado como tantos os outros. Como se sua desgraça não fosse suficiente, Raul contrai a maldição da licantropia, tornando-se um lamentável lobo de rua. Tito Agnelli não compartilha do abandono de Raul, mas conhece muito bem a sensação de ser rasgado por dentro, todos os meses, pela coisa vil que se abriga nele. Assim, compadecido com o sofrimento do recém-transformado, Tito acolhe Raul na Alcateia de São Paulo, extinta até então por falta de lobisomens residentes na Pauliceia. Depois de décadas de contaminação, Tito conhece cada detalhe da maldição que o transforma em lobisomem. Além disso, conhece também a Galeria Creta, um lugar em São Paulo onde ele e outros dos seus são bem vindos nas noites de lua.
Basta pagar o preço.

A TramaRaul, o personagem principal, está no início de sua vida como lobisomem, e só quando conhece Tito, um lobisomem mais velho, que ele descobre o que está acontecendo consigo. Raul é um menino que vive nas ruas desde os 11 anos de idade, e pra completar sua vida sofrida, contrai essa maldição que tornaria sua vida um inferno maior. Gostei de como a autora ambientou sua história e construiu seus personagens, de forma bem verdadeira e condizente com a realidade brasileira. Além disso, esse livro tem uma das transformações em lobisomem mais cruas e brutais que eu já vi, só de imaginar tudo o que a autora descreveu me revirou o estômago.

Os PersonagensRaul está longe de ser uma pessoa perfeita, ele já tem sua conta de pecados nas costas, e agora mais um para sua lista. O desenvolvimento do personagem foi interessante, mesmo nas poucas páginas, e queria poder saber como ele lidaria com sua nova situação através dos anos. Tito também foi um personagem bem construído e crível, além de ser uma ajuda muito bem-vinda para Raul. 


Capa, Diagramação e Escrita: Acho a capa muito bonita, e combina bem com a história. A diagramação trás a mesma ilustração de lobo nos inícios de cada capítulo, só um pouco transparente, de resto é bem simples. Eu gostei muito da escrita da autora, a forma como ela usou a mitologia dos lobisomens a seu favor e conseguiu criar uma história única, desde a forma como a doença é contraída (sexualmente), à transformação brutal.

Concluindo
Gostei bastante e recomendo muito para quem gosta de histórias de lobisomem. É um livro curtinho, uma leitura super rápida, que passa e você nem percebe. Está disponível no Kindle Unlimited.