Resenha - O Desafio de Ferro

Resenha feita pela Luh!
Título: O Desafio de Ferro
Título Original: The Iron Trial
Série: Magisterium
1- O Desafio de Ferro (2014)
2- The Copper Gaunlet (2015 US)
3- The Cosmos Blade (2016 US)
Autores: Cassandra Clare, Holly Black
Editora: Novo Conceito
Páginas: 384
Saiba mais: Skoob
Comprar: Amazon // Submarino // Fnac // Americanas // Extra

Amei, quero mais!


Sinopse: A maioria dos garotos faria qualquer coisa para passar no Desafio de Ferro. Callum Hunt não é um deles. Ele quer falhar.
Se for aprovado no Desafio de Ferro e admitido no Magisterium, ele tem certeza de que isso só irá lhe trazer coisas ruins. Assim, ele se esforça ao máximo para fazer o seu pior... mas falha em seu plano de falhar.
Agora, o Magisterium espera por ele, um lugar ao mesmo tempo incrível e sinistro, com laços sombrios que unem o passado de Call e um caminho tortuoso até o seu futuro.

A Trama: Tudo começa com Callum indo ao teste para o Magisterium, uma escola de magia que poucas pessoas conhece. Dezenas de outras crianças passam pelo teste, mesmo sem saber que o estão fazendo, e pouquíssimas são escolhidas. Callum é talvez um dos únicos que tenta ativamente falhar no teste, porém mesmo assim ele é escolhido e não tem escolha senão ir para o Magisterium, para aprender a dominar sua magia. Vou começar afirmando aquilo que muitos devem querer saber: sim, o livro lembra um pouco a série Harry Potter. Entretanto, é voltado ao público mais juvenil, com descrições breves, cenas de ação e algumas reviravoltas interessantes. Apesar de ter alguns trechos lentos (eu não aguentava mais ver o protagonista separando areia), o livro conseguiu me entreter do início ao fim e me deixou com vontade de imediatamente pegar o próximo.

O Protagonista: Callum foi criado só pelo pai, que nutre algo como ódio pelos magos e pela magia em si. Sendo assim, é claro que o garoto ficou assustado com a ideia de ir para uma escola de magia, porém Callum logo faz amigos e consegue provar seu valor. O garoto tem uma perna defeituosa que o atrasa bastante fisicamente, porém adorei como ele jamais deixava a perna tornar-se uma desculpa, trabalhando às vezes muito mais para conseguir alcançar aos outros.

Os Personagens SecundáriosAs autoras conseguiram dar tanta vida aos personagens secundários que eu consigo imaginar com facilidade alguns deles ganhando os próprios livros, por terem histórias tão intrigantes. Meus prediletos foram Aaron, um garoto muito simpático com um passado difícil, e Tamara, que precisa sofrer a pressão enorme de sua família. O pai de Call também foi interessante, apesar de não termos tanto contato com ele.

Capa, Diagramação e Escrita: Adorei a capa, é fofa demais e gosto muito de ilustrações. A escrita é bem simples, porém ideal ao considerarmos que o livro é um infanto-juvenil. A diagramação, por outro lado, merece destaque, pois tem ilustrações muito legais no início de cada capítulo.

Concluindo: Antes de comprar o livro, para não se decepcionar, é preciso lembrar que o público-alvo é bem jovem, porém isso não significa que pessoas mais velhas não possam gostar dele (como acontece no primeiro livro da série Percy Jackson), e que ele tem alguns elementos bem semelhantes à Harry Potter, porém obviamente não atinge o mesmo nível de qualidade. Entretanto é um livro divertido, rápido de ler e repleto de elementos mágicos que tornam a trama ainda mais especial. Além disso, há várias pistas que te fazem pensar que algo vai acontecer, e então as autoras vão em uma direção completamente diferente e inesperada, o que eu adorei!
Em outras palavras: recomendo para quem gosta de fantasia.

Classificação: