Resenha - A Escolha

Resenha feita pela Luh!  
Título: A Escolha
Título Original: The One
Série: A Seleção
1- A Seleção (2012)
2- A Elite (2013)
3- A Escolha
Autor: Kiera Cass
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 352
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Submarino // Saraiva // Fnac // Extra

Uma conclusão previsível.
Atenção: Essa resenha contém spoilers de A Seleção e A Elite.

Sinopse: A Seleção mudou a vida de trinta e cinco meninas para sempre. E agora, chegou a hora de uma ser escolhida. America nunca sonhou que iria encontrar-se em qualquer lugar perto da coroa ou do coração do Príncipe Maxon. Mas à medida que a competição se aproxima de seu final e as ameaças de fora das paredes do palácio se tornam mais perigosas, América percebe o quanto ela tem a perder e quanto ela terá que lutar para o futuro que ela quer. 

O Conto: Antes de começar o livro, li O Guarda, conto que fala sobre os eventos de A Elite, mas do ponto de vista de Aspen. Amei o conto, principalmente por ter me mostrado melhor a personalidade de Aspen, e pela primeira vez tive dúvidas se America realmente deveria ficar com Maxon. Além disso, foi ótimo para relembrar a trama de A Elite.

A Trama: Já aviso que abaixo farei diversas reclamações sobre o livro, mas no final é uma das trilogias mais envolventes que já vi, é um sofrimento ter que interromper a leitura e nunca me canso de ouvir sobre os vestidos lindos e os eventos luxuosos.
Agora, infelizmente, eu esperava muito mais. A trama dos rebeldes se desenvolveu bastante, exatamente como eu gostaria, porém tive a impressão de que todo esse desenvolvimento não teve um propósito. Havia espaço para uma construção maravilhosa do cenário, porém a autora não soube aproveitar isso e tive a sensação de que eu só conhecia o castelo - sendo que o sistema de castas e o resto do reino parecia tão interessante. E  o final me pareceu apressado e fácil demais, além de ainda restarem muitas dúvidas. Entretanto, gostei do rumo que a trilogia tomou e ainda devorei o livro.


A Protagonista: Para ser honesta, eu acho que nesse livro America está ainda pior do que no anterior. Apesar de ter uma guerra acontecendo, e de já termos passado por intermináveis páginas de "fico com esse ou aquele?", o dilema amoroso continua por um certo tempo, e a insegurança da personagem chegou a um nível meio absurdo. Além disso, em A Elite a protagonista ainda parecia preocupada com o que acontecia fora do castelo e tentava ativamente melhorar a situação das pessoas. Dessa vez, tive a impressão de que America só tomava certas atitudes para contrariar o rei e estava muito mais preocupada com seus problemas egoístas.

Os Personagens Secundários: Há um personagem em particular que se transformou e evoluiu muito, apenas para ter uma morte inútil no final que parece ter sido totalmente ignorada pelos outros personagens. Adorei a maneira como a autora explorou melhor as outras competidoras e sabemos muito mais sobre cada uma, elas foram a melhor parte do livro e gostaria muito que tivessem mais espaço na trama. Acredito que isso deveria ter sido feito já no livro anterior, para mim a seleção ficou mais interessante quando eu conseguia torcer ao menos um pouquinho pela felicidade de cada uma.
Sobre Maxon e Aspen, não sei bem o que dizer. Os personagens evoluíram um pouco, mas não tanto quanto eu gostaria. Além disso, America estava tão irritante que eu já nem entendia como eles insistiam em lutar por ela. O relacionamento de Maxon com seu pai, que foi uma parte muito importante do livro anterior, também quase nem aparece.

Capa, Diagramação e Escrita: Em A Elite, eu disse que acreditava que a capa não poderia ser mais bonita, porém eu estava errada. Aquele vestido branco de A Escolha definitivamente supera os anteriores, além de eu ter passado o tempo todo imaginando se haveria um casamento. A diagramação interna continua maravilhosa e a lombada é linda!
A escrita da Kiera continua envolvente, porém não parece ter evoluído muito. É uma escrita que eu não sei como explicar, em um primeiro momento você pensa que ela não tem nada demais, porém consegue te prender de uma maneira raramente acontece.

Concluindo: O desfecho da trilogia me decepcionou, pois eu esperava algo mais detalhado, porém ao mesmo tempo foi previsível e combinou perfeitamente com os outros livros. É uma série que tem seus defeitos, mas também é extremamente divertida e perfeita para quando você não quer "pensar" muito. Além disso, princesas, castelos e vestidos sempre me conquistam.


Classificação: