Resenha - Julieta

Resenha feita pela Maay!
Título: Julieta 
Título Original: Juliet
Livro Único.
Autora: Anne Fortier
Editora: Arqueiro
Páginas: 400
Ano: 2014 (Originalmente 2010)
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Extra // Submarino

Sendo bem direta? É um livro "Top 10".

Sinopse: Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, mas, desde que seus pais morreram, foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose. Quando Rose morre, deixa a casa para Janice. Para Julie restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei.
A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar muito antigo e misterioso. Intrigada, Julie parte para Siena. Mas tudo o que a mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio.
O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue as duas famílias. E, levando-se em conta sua linhagem e seu nome de batismo, Julie provavelmente é a próxima vítima. Tentando quebrar a maldição, ela começa a explorar a cidade. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo.
Repleto de romance, suspense e reviravoltas, Julieta nos leva a uma deliciosa viagem a duas Sienas: a de 1340 e a de hoje. É a história de uma lenda imortalizada por Shakespeare. Mas é também a história de uma mulher moderna que descobre suas origens, sua identidade e um sentimento devastador e completamente novo para ela: o amor.

A Trama: O livro é uma releitura da obra de Shakespeare. E olha, é uma releitura brilhante. Mistura romance, aventura, mistério, mas tudo na medida certa, criando uma obra perfeita. E ok, eu sou suspeita pra falar, como vocês perceberão mais para frente. 
Ah, muita gente compara a escrita de Anne Fortier com a de Dan Brown, mas quanto a isso não posso me posicionar (sim, eu nunca li nada dele, #vergonha).

A Protagonista: Julie Jacobs é uma protagonista bem diferente do que eu esperava. Eu a imaginava como uma menina boba, que seria facilmente manipulável. Mas não. Julie é forte, determinada, destemida... Outro ponto positivo para a obra, que fugiu do comum.
A protagonista, assim como todo o resto, me conquistou completamente, e torci por ela do início ao fim.

Personagens Secundários: Todos os personagens, todos mesmo, são muito bem construídos. Alessandro ganhou meu coração, quase que me apaixonei pelo personagem (brincadeira, haha). E Janice, a "gêmea má", me fez, literalmente, gargalhar em alguns momentos - além de ter se tornado minha personagem favorita. Meu único problema foi não ter aproveitado muito alguns personagens, por ter mantido sempre o pé atrás com eles.

Capa, Diagramação e Escrita: Confesso que acho toda a edição antiga mais bonita, mais charmosa - desde a capa, até a diagramação. Primeiro, porque não sou a maior fã de capas com rostos. Segundo, porque, na minha opinião, essa edição ficou parecendo mais com uma edição econômica. A outra tinha um ar mais chique (haha). Agora, essa é a única coisa que não elogiarei no livro. 
A narrativa alterna entre Julie, no tempo presente, e a verdadeira história de Giulietta e Romeo, no passado.
Quanto ao resto? Julieta é favorito desde que li sua primeira página. Anne Fortier é sensacional. Não só como escritora, mas também como historiadora. Ela nos apresenta versões de Romeu e Julieta anteriores a Shakespeare, e pelo que pesquisei, essas versões realmente existiram. Além de que, a fidelidade com que ela descreve Siena é única, nunca vi isso em livro algum. E se eu continuar falando, vou apenas me desdobrar em elogios, então paro por aqui.

Concluindo: Julieta foi lançado pela Arqueiro em 2010, agora ele foi apenas relançado para uma "troca de capas". Em 2010 peguei esse livro emprestado de uma amiga, e desde então ele está no meu "Top 10" de livros favoritos, e Siena se tornou primeira cidade que pretendo visitar quando finalmente conhecer a Itália.

Agora vou contar um segredo: fiquei quase um mês sem conseguir ler nada depois desse livro, em 2010. Fiquei praticamente em abstinência, pesquisava tudo sobre Romeu e Julieta, Siena, a autora...E admito, até hoje ele me deixa um pouco assim (haha). 
Enfim, leiam. Vale muito à pena. O livro é apaixonante, envolvente, cativante, arrebatador... Só lendo pra entender. Eu duvido que alguém consiga não se entregar a essa história maravilhosa.


Quotes:
Nunca entendi esse negócio, o tempo.

- [...] Mas a ideia de que o futuro já está traçado nunca me agradou. A vida inteira eu tentei fugir do meu destino.
- E conseguiu?
Ele pensou um pouco.
- Por um tempo. Mas, sabe, ele sempre nos alcança. Por mais longe que a gente vá.
Classificação: