Resenha - O Tesouro da Encantadora

Resenha feita pela
Título: O Tesouro da Encantadora
Título Original: Magic Marks the Spot
Série:
A Quase Honrosa Liga de Piratas
1 - Névoa
2 - Gelo (2014)
1 -O Tesouro da Encantadora
2 -The Terror of the Southlands (US 2014)
1 - Névoa
2 - Gelo (2014
Autor: Caroline Carlson
Editora: Seguinte
Páginas: 400
Ano: 2014
Saiba mais: Skoob
Comprar: Saraiva // Submarino // Extra // Fnac

Sinopse: Há muitos anos, quando objetos mágicos eram tão comuns quanto panelas nos lares de Augusta, a magia era controlada por uma feiticeira muito poderosa: a Encantadora das Terras do Norte. Certo dia, cansada de sofrer ataques de cidadãos que queriam usar os poderes de maneira ilícita, ela resolveu se vingar: recolheu a maioria dos itens mágicos do reino e desapareceu, deixando os cidadãos sem notícias de seu paradeiro nem desse magnífico tesouro. Anos depois, quando Hilary Westfield decidiu que queria ser pirata, nem imaginava que estava prestes a participar da caça ao maior tesouro de todos os tempos. Afinal, tudo o que a preocupava era fugir da Escola da Senhorita Pimm para Damas Delicadas, onde as jovens da alta sociedade aprendiam a valsar, desmaiar e se comportar à mesa. Hilary não via utilidade nenhuma naquelas lições e queria se juntar à Quase Honrosa Liga de Piratas. Qualificações não lhe faltavam, mas a Liga não admitia garotas em sua equipe de algozes e pilantras. Decidida a partir para alto-mar a qualquer custo, Hilary responde ao anúncio de um pirata autônomo em busca e membros para sua tripulação. De repente, ela se vê no meio de uma aventura marítima em busca do tesouro mais valioso do reino: o tesouro da Encantadora. Para encontrá-lo, ela contará com um mapa sem X e precisará enfrentar o vilão mais traiçoeiro — e surpreendente — de todos os mares.

A Trama: O livro começa com a jovem Hilary Westfield tentando entrar para A Quase Honrosa Liga de Piratas, e realizar seu sonho de se tornar uma pirata e navegar pelos mares. Porém, a QHLP não aceita meninas, e acabam a direcionando para a Escola de Aprimoramento da Senhorita Pimm para Damas Delicadas, lugar que nem ela, nem sua gárgula mágica querem ficar. Depois de encontrar um anúncio de um pirata a procura de uma tripulação para seu navio, Hilary bola um plano de fugir da escola da Srta Pimm, obtém sucesso e passa a fazer parte da tripulação do navio Pombo. Para ficar permanentemente no navio e ter uma ajudinha para conseguir entrar para A Liga, o Pirata Autônomo Terror das Terras do Sul, Jasper Fletcher, propõe que Hilary desvende um mapa que leva ao tesouro da Encantadora, escondido por muitos e muitos anos e procurado por piratas de todo o mundo. A partir daí, Hilary passa a viver a maior aventura de sua vida e tem descobertas inesperadas.
Sabe aquele livro que te surpreende por oferecer muito mais do que você imaginava? Foi justamente o que aconteceu comigo. Não esperava por isso, mas esse livro foi o melhor que eu li em anos, dentro do gênero infanto-juvenil.

A Protagonista: Hilary é uma pré-adolescente super determinada e corajosa. Ela vive com seus pais, sendo que seu pai, o almirante da Marinha Real James Westfield, passa pouco tempo em casa e durante esse tempo, está cuidando de assuntos sobre seu trabalho. Sua mãe é daquelas típicas esposas de homens autoritários, que acha que está tudo bem do jeito que é mesmo e é conformada com a vida. Sua melhor amiga é sua gárgula, criada há muitos anos pela Encantadora, que foi uma mulher que controlava a magia do reino e sumiu de repente sem deixar pistas. Apesar de ainda ter muito o que aprender, Hilary tem muitos dons para habilidades do meio pirata, e sabendo disso, ela não desiste de seu sonho, mesmo com obstáculos a sua frente.

Personagens SecundáriosNunca imaginei que uma gárgula pudesse ser tão divertida. A Gárgula que vivia na parede, acima da porta do quarto de Hilary, é sarcástica e sonhadora. Ela quer viver as aventuras descritas no livro A Ilha do Tesouro, que sua dona lê para ela, e também se tornar uma pirata, ou ao menos estar nesse meio.
A srta. Greyson, ou Eloise, é a governanta que cuida de Hilary em sua casa e é extremamente fiel a menina. Quando descobre sobre a fuga de Hilary da Escola da Srta Pimm, mesmo já tendo se desligado de seu cargo, Eloise descobre aonde ela está e se junta a tripulação do Pombo, para não deixar Hilary sozinha em meio a piratas inescrupulosos que ela poderia encontrar pelas viagens.
O pirata Jasper Fletcher se apresenta como temível, impiedoso, mas na verdade é um querido, que tem um coração enorme que passou a bater mais forte depois de conhecer a srta. Greyson.
Os outros componentes da tripulação do Pombo são Charlie, um menino órfão que quer assumir o papel que seu pai tinha na comunidade pirata e acompanha Jasper para todos os lugares; o antipático periquito Fitzwilliam; e Oliver, que servia ao pai de Hilary na marinha, mas se desentendeu com o almirante, e como ato rebelde, resolveu entrar para a pirataria, que ele tanto repudia. Ele e Hilary se odeiam, mas fazem um acordo de manter sob segredo suas identidades para não correrem o risco de serem expulsos do navio.

Capa, Diagramação e Escrita: Simplesmente adorei a capa, e não poderia ser diferente. Nela vemos o navio Pombo, o pirata Jasper e sua tripulação. Diagramação aprovadíssima. O livro tem páginas amarelas, bastante diálogos divertidos e no início de cada capítulo há alguma ilustração relacionada a história. Amei a escrita da Caroline e as vezes até esquecia que estava lendo uma trama infanto-juvenil, de tanto que a história te leva para dentro dela.

Concluindo: Recomendo demais! O livro é muito engraçado, a linguagem não é demasiadamente infantil, e acabei com vontade de viver uma aventura num desses navios piratas fictícios, só pela diversão que parece ser. Além da graça, o livro tem aventura, e me deixou muito feliz por saber que tem continuação, apesar do final já ser bem amarradinho.

Quotes:
E por que ela não poderia ser pirata? Ela já era uma maruja melhor do que a maioria dos rapazes que trabalhavam na Marinha Real com seu pai, e se importava mais com duelos de espada e tesouros perdidos do que com costurar anáguas e ter bons modos.
- Diga o que quiser - Oliver falou. - De qualquer jeito, não pretendo perder este emprego. Se você contar a uma alma que seja de onde venho, vou desfraudá-la no mastro como uma bandeira, entendeu?
- Ótimo, mas é melhor você também ficar quieto. Conte a alguém quem é o meu pai e você vai pensar que a caveira com ossos cruzados são um autorretrato. Quanto a mim, a partir de agora somos completos estranhos.
                                 Classificação:
 
Classificação:
Classificação: